Nasceu há 3350 anos oliveira mais antiga de Portugal

Nasceu há 3350 anos oliveira mais antiga de Portugal

Investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) identificaram a oliveira do Mouchão, em Abrantes, como a mais velha em Portugal, com 3.350 anos, uma árvore que continua a produzir azeitonas.

Um misto de respeito e perplexidade são inevitáveis quando se observa um dos seres vivos mais antigos de Portugal. Foi recentemente datado como tendo a espantosa idade de 3350 anos, como se pode ler na página online do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas. É uma oliveira. A sua sombra, certamente, acolheu celtas, iberos, lusitanos, celtiberos, cónios, romanos, visigodos, alanos ou árabes que se alimentaram das azeitonas que produziu. É contemporânea do faraó Ramsés II e de Moisés (1250 anos a.C.).

No lugar de Cascalhos, freguesia de Mouriscas, localiza-se a Oliveira do Mouchão, a mais antiga de Portugal. Esta oliveira (Olea europaea L.) foi classificada como arvoredo de interesse público em 2007, num processo despoletado pela Câmara Municipal de Abrantes.

A oliveira foi, entretanto, objeto de estudo recente levado a cabo pela UTAD — Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro que, por força da metodologia descrita na Patente Portuguesa NP 104183, veio atestar que a dita oliveira tem, na realidade, 3350 anos.

A Oliveira do Mouchão, para além de ser um maravilhoso exemplar, com tronco oco, um perímetro base de 11,2 metros e forma sui generis, está bem presente nas memórias das populações locais.

Diz-se que os pescadores se juntavam ali, na oliveira velha, e era de lá que seguiam para os pesqueiros ou pesqueiras, estruturas à beira Tejo onde se pescava. O primeiro a chegar ao rio procurava ficar com a pesqueira do Mouchão, que era a melhor de todas. Por isso ficou a designação de Oliveira do Mouchão.
 

Mais de 3 milénios fizeram desta oliveira testemunha silenciosa de Fenícios aventureiros, de Celtiberos e de Romanos que se deliciaram com o seu azeite. À sua sombra, Cristãos e Muçulmanos selaram acordos. O vento que lhe assobiou nos ramos escutou a bravura de mourisquenses que combateram franceses invasores.

 







O que visitar e conhecer em Portugal

Os 10 melhores pontos turisticos para visitar em Evora

Os 10 melhores pontos turisticos para visitar em Evora

Cerca medieval de voraA cerca medieval de Évora, também referida como cerca nova de Évora ou muralhas fernandinas de Évora, refere-se í s muralhas da cidade de Évora erigidas por D. Afonso IV e D. Fernando I. Localizam-se na freguesia da Santo Antão, na cidade de Évora, em Portugal. O s...
Os 15 melhores lugares para visitar em Ericeira

Os 15 melhores lugares para visitar em Ericeira

Arquivo-Museu da Santa Casa da Misericrdia da Vila da Ericeira Arquivo-Museu da Santa Casa da Misericórdia da Ericeira   Desde a sua instituição no ano de 1678, a Santa Casa da Misericórdia da Ericeira, vem acumulando recordações, documentos e espólios não só da sua actividad...
As 10 melhores coisas para fazer e visitar em Beja

As 10 melhores coisas para fazer e visitar em Beja

Casa Museu Manuel Ribeiro de PaviaA Casa Museu Manuel Ribeiro de Pavia situa-se em Pavia, concelho de Mora em Portugal. Este museu é especialmente dedicado ao artista desenhador, ilustrador, aguarelista, gravador Manuel Ribeiro de Pavia (1907 - 1957). No piso térreo funciona um centro de dia para os idosos. Trata-se de um pequeno esp...
Os 18 melhores sitios para ver e visitar em Setúbal

Os 18 melhores sitios para ver e visitar em Setúbal

Castelo de Palmela Visita Obrigatria O Castelo de Palmela localiza-se na vila, freguesia e concelho de mesmo nome, distrito de Setúbal, em Portugal. Na pení­nsula de Setúbal, no contraforte Leste da serra da Arrábida, está situado entre os estuários do rio Tejo e do rio Sado, próximo à f...