Praia do Zavial





Apesar de ser uma praia bastante popular entre os surfistas, o lado este dispe de aguas mais calmas devido ao tipo de rochas chamadas de Furnas.

Praia do Barranco (Vila do Bispo)





A Praia do Barranco é dona de uma grande beleza natural, rodeada de uma paisagem verdejante e do azul do mar, sendo conhecida por ser muito frequentada por artistas, conferindo-lhe um ambiente alternativo muito próprio. 

As águas são calmas devido ao abrigo proporcionado pelas pontas das falésias nos extremos que formam uma baía. À entrada, existe um pequeno sistema dunar sem proteções, onde vem desaguar a Ribeira de Benaçoitão.

A Praia do Barranco é dona de uma grande beleza natural, rodeada de uma paisagem verdejante e do azul do mar, sendo conhecida por ser muito frequentada por artistas, conferindo-lhe um ambiente alternativo muito próprio.Aluguer de toldos, espreguiçadeiras, Bar, Restaurante, Instalações sanitárias, Praia vigiada, Mergulho, Prática de nudismo, Bodyboard, Surf.



Praia da Salema





A praia da Salema est localizada na pitoresca aldeia de pescadores que tem o mesmo nome, a mesma tem um excelente acesso para os restaurantes e as lojas das suas redondezas. O resort Parque da Floresta encontra-se bastante perto desta praia. A praia s vigiada durante o vero e tem casas de banho e restaurantes nas suas imediaes.

Praia da Salema Vila do Bispo, Algarve





Praia da Salema, por vezes apenas Salema, é uma localidade piscatória da freguesia de Budens, concelho de Vila do Bispo, Algarve, em Portugal. Está localizada na base da arriba costeira em torno da povoação com o mesmo nome. A povoação apresenta marcas visí­veis da sua ligação í s artes da pesca, com ruelas sinuosas entre casas tradicionais pintadas de um branco. A povoação está integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Salema, pequena vila piscatória, é um porto de pesca, estando a zona central da praia ocupada por embarcações e pelas suas artes de pesca, como o covo ou o aparelho de anzol. É possí­vel observar o regresso dos barcos à praia no final da faina e usufruir do resultado das pescas nos restaurantes da povoação. Na Salema existem também ruí­nas de uma u201cvillau201d romana e de uma fábrica de conservas de peixe, o que testemunha uma longa tradição piscatória. A praia tem um bonito passeio marginal e esplanadas sobre o mar. Para nascente torna-se mais selvagem e tranquila, e podem-se observar, nas paredes rochosas da arriba, pegadas de dinossauros bí­pedes carní­voros, que povoaram esta região há cerca de 140 milhões de anos.

A praia associa-se à povoação da Salema, pequena vila piscatória, e funciona também como porto de pesca, estando o troço central da praia ocupado por embarcações e respetivas artes de pesca (por exemplo os alcatruzes ou o aparelho de anzol). É assim possível observar o regresso dos barcos à praia depois da faina e petiscar mais tarde o polvo, a moreia ou o sargo, nos restaurantes da povoação.



Praia de Cacela Velha ou Praia da Fbrica Ria Formosa





A praia de Cacela ou praia de Cacela Velha, também designada Praia da Fábrica é uma praia que se situa na extremidade poente da antiga Pení­nsula de Cacela, a sul da aldeia histórica de Cacela Velha. Encontra-se integrada no Parque Natural da Ria Formosa. Caracteriza-se pela sua grande extensão, pelas suas águas tépidas e calmas durante o perí­odo estival e pela beleza das suas paisagens.

 

A praia situa-se na extrema nascente da Ilha de Cabanas, perto da barra de Cacela, e acede-se de barco a partir do Sítio da Fábrica em Cacela Velha. Esta vila histórica, onde vale a pena apreciar o casario muito branco ornamentado com o tradicional azul-cobalto, fez-se rodear por pomares de sequeiro que se estendem em colinas suaves até à ria.

A povoação cresceu em torno duma nora medieval e oferece uma magnífica vista altaneira sobre a Ria Formosa, junto ao Forte D. Paio Peres Correia. Atravessado o estreito braço de ria, o visitante depara-se com uma fina língua de areia, deserta e selvagem, em permanente mutação pela ação do mar e dos ventos. É na mais completa tranquilidade que se pode contemplar a rica flora dunar desta barreira arenosa, apenas interrompida nos locais onde o mar teima em galgar a muralha natural, e as inúmeras aves que nas dunas procuram refúgio, como o borrelho-de-coleira-interrompida, a rola-do-mar, ou a chilreta.



Praia da Boca do Rio





Localizada num fundo de um vale, a praia da Boca do Rio atravessada por dois ribeiros e conhecida por ser bastante tranquila. Tem um parque de estacionamento.

Praia do Castelejo Vila do Bispo





Integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a Praia do Castelejo apresenta uma beleza deslumbrante em que as rochas negras de xisto contrastam com as areias douradas. O mar, de ondulação forte, oferece excelentes condições para a prática de surf e bodyboard.

O concelho de Vila do Bispo, devido à sua localização geográfica, é o único concelho do país que possui dois tipos de costa: a costa meridional e a costa ocidental.  A costa meridional, que se estende até ao Cabo de S. Vicente, oferece enseadas e baías com boas condições de abrigo. Fazem parte desta costa, as praias do Burgau, Cabanas Velhas, Boca do Rio, Salema, Figueira, Furnas, Zavial, Ingrina, Barranco, Martinhal, Mareta, Tonel e Beliche. Telheiro, Ponta Ruiva, Castelejo, Cordoama, Barriga e Murração são as praias da costa ocidental, localizada a norte do Cabo de S. Vicente, sendo bastante recortada e composta por arribas.  

Praia do Telheiro





Esta praia est confortvelmente abrigada dos ventos frios vindo de norte, no entanto a mesma, um teste a determinao dos seus visitantes devido ao longo e sinuoso trajecto para chegar at s suas areias douradas. Tal como a praia da Ponta Ruiva, esta praia no tem qualquer tipo de infra estrutura salvo um parque de estacionamento.

Praia da Ponta Ruiva Vila do Bispo





A praia deve o seu nome a um enorme leixão de cor rubra que se destaca no extremo sul da praia, junto ao qual se forma uma onda famosa entre os surfistas.

Os tons avermelhados desta formação rochosa contrastam fortemente com o negro das escarpas de xisto que envolvem a praia. O acesso pedonal para a praia faz-se através de um trilho de média dificuldade que desce a arriba num local de declives mais suaves.

Apesar de procurada para a prática de surf, a praia mantém-se tranquila e sem marcas humanas; o aroma a esteva é intenso e podem observar-se matos endémicos de zimbro, atapetados pelos persistentes ventos fortes, e, mais perto da praia, plantas resistentes à salsugem como o funcho-do-mar. Uma pequena linha de água corta a parede rochosa da arriba e desagua no areal na época húmida.No caminho até à praia é comum avistarem-se cartaxos, pousados nos raminhos altos dos arbustos, e aves de rapina, sobretudo falcões.



Praia de Monte Gordo





A praia de Monte Gordo é uma praia marí­tima situada na freguesia de Monte Gordo, concelho de Vila Real de Santo António, Algarve, Portugal. É uma das principais estâncias turí­sticas do Algarve. Dispõe de vigilância e equipamentos de apoio durante todo o perí­odo balnear. A vila de Monte Gordo, adjacente à praia, possui uma variada oferta hoteleira, comércio, restauração, casino e animação noturna durante todo o ano.





Praia de Almdena Algarve





A Praia de Almádena, ou Praia de Cabanas Velhas é uma praia na freguesia de Budens, no concelho de Vila do Bispo, no Algarve, Portugal. Fica do lado nascente do Forte de São Luí­s de Almádena, entre a Praia da Boca do Rio e a Praia do Burgau.

É de pequena dimensão e estreita na maré cheia. Rodeada por arribas calcárias muito erodidas e recortadas onde há numerosas reentrâncias e cavidades resultantes do escorregamento dos estratos que compõem a rocha. Há formações rochosas peculiares em ambos os extremos da praia. As encostas junto da praia estão cobertas por matos baixos, e há uma área de pinhal jovem na encosta ocidental. A praia é pouco frequentada por banhistas, sendo o pontão a nascente muito utilizado como local para pescar. É vigiada na época balnear.

Trata-se de uma praia acolhedora, e embora o areal seja mais extenso que na Boca do Rio, torna-se estreito na maré cheia, encaixado em arribas calcárias muito esculpidas e recortadas.

O areal alonga-se para nascente, delimitado por fim por um pontão muito utilizado como pesqueiro. Também aqui o abundante calhau rolado é usado pelos banhistas na construção de pequenos abrigos semicirculares de pedra que funcionam como corta-vento.

As encostas sobranceiras à praia estão cobertas por matos típicos do litoral rochoso, surgindo uma área de pinhal na encosta a poente. Vale a pena percorrer o sinuoso caminho litoral entre Cabanas Velhas e a Boca do Rio, onde se oferece uma fabulosa vista sobre o azul marinho do oceano enquadrado pelo verde denso da vegetação mediterrânica, e fazer uma paragem no Forte de Almádena, uma fortificação construída no séc. XVII para proteger a pesca de atum dos ataques de piratas do norte de África.

 

Praia dos Mouranitos Vila do Bispo Algarve





A Praia dos Mouranitos é uma praia selvagem que fica situada entre a praia da Barriga e da Murração. O acesso é muito difícil mas na maré baixa pode ser feito pela praia da Barriga.

A Praia dos Mouranitos possui um areal muito extenso e com grande amplitude durante a maré baixa. As águas são, por norma, agitadas.A zona Norte é menos apelativa para idas a banhos, devido à existência de rochas imersas. O acesso à areia é feito via mar ou pela Praia da Barriga, na baixa mar.Os que desejarem desfrutar desta magnífica paisagem através do topo da falésia, têm de sair num caminho de terra batida vindo da Estrada Nacional 268. A partir daí, só os mais experientes caminhantes devem aventurar-se pelo perigoso trilho que desce até à areia.



Praia do Castelejo





Esta praia est rodeada de formaes rochosas. Dispe de algumas infra estruturas tursticas e a praia est perto da torre de Aspa, uma velha torre de vigia situada na sua encosta a Sul. Tem todas as infra estruturas de base como um parque de estacionamento, a presena de um salva-vidas no vero e opes de restaurao.

Praia da Barriga Vila do Bispo Algarve





Esta é uma praia tranquila, com interessantes recantos originados pelo recorte das arribas. Caminhando para sul é possível alcançar na baixa-mar a Praia do Castelejo, passando pela Cordoama, e observar as paredes rochosas, com as suas lâminas sobrepostas intensamente dobradas e deformadas, testemunho das forças da natureza a que estas rochas foram sujeitas. 

A Barriga surge após uma curva apertada da estrada, no troço final de um vale largo e muito verde. Até alcançar o areal, atravessam-se relvados naturais que se estendem pela foz duma pequena ribeira e pelas dunas baixas que a circundam.

O areal é amplo, protegido por arribas altas e escuras, fazendo parte de uma faixa contínua de areias que se alonga até ao Castelejo, numa extensão de cerca de 3 km. Assim, caminhando para sul na baixa-mar, é possível alcançar a Praia do Castelejo, passando pela Cordoama, e observar as paredes rochosas, com os seus estratos intensamente dobrados e deformados, testemunho das forças incríveis a que estas rochas foram sujeitas.

Nas arribas, a vegetação é rasteira e resistente à salsugem e aos ventos fortes, substituindo os pinhais jovens que ladeiam o acesso até à praia. Esta é uma praia muito tranquila, com interessantes formações rochosas na linha da maré e muitos recantos originados pelo recorte das arribas.



Praia de Beliche Vila do Bispo





A Praia do Beliche é uma praia com vigilância balnear do concelho de Vila do Bispo, nas proximidades do Cabo de São Vicente e da praia do Tonel. É constituída por um areal, situada no fundo de uma pequena baía escavada na falésia, sendo muito procurada pelos surfistas. Trata-se de uma praia muito tranquila

Esta é uma praia abrigada dos ventos dominantes, inserida na ampla enseada definida pela ponta de Sagres e cabo de S. Vicente. A praia parece ter sido escavada nas arribas altas e de cores quentes, e para alcançar o areal desce-se uma imensa escadaria, ao longo da qual se pode apreciar o desenho abrupto dos alcantilados calcários, muito estratificados e fraturados, com as suas grutas e os vestígios de monumentais desmoronamentos. Já no areal, a diversidade de formas rochosas esculpidas pela erosão volta a surpreender.

O Beliche insere-se em plena Reserva Biogenética de Sagres, pela importância para a biodiversidade que as comunidades vegetais desta estreita faixa litoral encerram, sendo possível observar algumas destas plantas endémicas a colonizarem o lapiás calcário das arribas. É uma praia muito procurada, quer por ser abrigada da nortada, quer para a prática de surf e bodyboard.

ocalização: Freguesia de Sagres

 

Acesso Viário: Estrada pavimentada

Acesso Pedonal: Escada

Estacionamento: Não Regularizado; Capacidade Aproximada 134 Lugares

Tipo: Praia Marítima

Serviços: Café

Segurança: Vigiada pela capitania

Areal: Areia Branca, com uma extensão de 400m

Dimensões com Praia-mar: 400m de comprimento x 25m de largura

Arribas: Calcárias com cerca de 40m de altura, abrigadas dos ventos predominantes (Noroeste)

Temperatura média da água: 22ºC – Verão

Atividades que podem ser desenvolvidas: Pesca Desportiva; Surf; Bodyboard





Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal