Os 10 melhores pontos turisticos e passeios em Lisboa

Os 10 melhores pontos turisticos e passeios em Lisboa

Aqueduto das Águas Livres a Mãe dÁguas de Lisboa





Um dos grandes monumentos icónicos de Lisboa, o enorme aqueduto das Águas Livres começou a abastecer a capital portuguesa com água doce em 1748, canalizada a partir de uma nascente localizada a norte da cidade. A seção que abrange o vale de Alcãntara é o mais impressionante desse notável sistema de água do século XVIII e, até recentemente, estava fora dos limites do público. No entanto, agora é possível percorrer todo o comprimento do aqueduto apenas aparecendo na entrada, e a experiência é bastante edificante.



Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves Lisboa





A Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves ou Casa de Malhoa é uma casa-museu localizada em Lisboa na freguesia de São Sebastião da Pedreira. Foi projectada pelo arquitecto Norte Júnior nos anos 1904 - 1905. Foi construí­da com a finalidade de servir de habitação e atelier de trabalho, ao pintor José Malhoa. Esta edificação foi agraciada com o Prémio Valmor em 1905, devido à sua beleza arquitectural.

Em 1932, o médico oftalmologista e colecionador de arte, António Anastácio Gonçalves (1888-1965), adquiriu esta casa, Prémio Valmor em 1905 e antigo Atelier do pintor José Malhoa, com o fim de aqui reunir um importante espólio para o legar ao Estado, no qual se integram os mais diversos objetos, com realce para a pintura naturalista portuguesa do século XIX, e um acervo de artes decorativas, de onde se destaca uma coleção de porcelana chinesa.

A casa-museu apresenta ao visitante as suas coleções de uma forma acolhedora, valorizando a ambiência quotidiana de uma casa que também é museu.



Palácio da Bemposta





O Palácio da Bemposta, vulgo Paço da Rainha, é um palácio em Lisboa, Portugal. Atualmente está instalada no palácio a Academia Militar.



Passeio de Eléctrico 28





Cada guia sobre o que fazer em Lisboa incluirá o passeio de electrico 28, uma famosa rota do electrico 28 que leva os visitantes através da área de Alfama como uma das principais atrações turísticas de Lisboa. Isto é ideal porque Lisboa é cheia de colinas para que possa ver tudo sem ter que se esforçar! Tenha em mente que o electrico 28 é, na verdade, o transporte local para os moradores locais, por isso não o agrade é como uma atração turística



Oceanário de Lisboa Aquário Moderno da Cidade





Oceanário de Lisboa é um dos melhores aquários da Europa e um dos maiores do mundo. É também indiscutivelmente a mais orientada para a família de todas as atrações turísticas da cidade. Concebido por Peter Chermayeff e construído para a Exposição Mundial Expo 98, numa área agora conhecida como Parque das Nações , o oceanário é o lar de uma espantosa variedade de peixes e animais marinhos., incluindo dezenas de diferentes espécies de aves. O engenhoso layout representa quatro mares e paisagens distintas, efetivamente os habitats dos oceanos Atlântico, Pacífico, Índico e Antártico. Estes envolvem um enorme tanque central repleto de peixes de todas as formas e tamanhos, incluindo raios graciosos, peixes-lua bulbosos e tubarões elegantes - habitantes favoritos das crianças nas profundezas



Igreja-Museu São Roque: Uma igreja simples com um interior ricamente decorado





igreja e o museu de São Roque, no Bairro Alto, combinam-se para oferecer uma experiência cultural envolvente - cada um complementa o outro. Fundada no final do século XVI pela Ordem dos Jesuítas, a fachada rústica e despretensiosa de São Roque esconde um sumptuoso interior, um dos locais religiosos mais impressionantes de Lisboa. Ricamente adornada com mármore, azulejos e trabalhos em madeira dourada, a igreja é celebrada pela sua série de capelas laterais, uma das quais, a Capela de São João Baptista , simplesmente encanta o espectador com a sua decoração ornamentada.



Museu Coleção Berardo Belém Lisboa





O Museu Coleção Berardo é uma instituição museológica de referência em Lisboa. Foi inaugurado em 25 de Junho de 2007 e acolhe exposições temporárias e uma coleção permanente (Colecção Berardo), representativa da arte moderna e contemporânea, nacional e internacional.

A Fundação de Arte Moderna e Contemporânea - Coleção Berardo (Decreto-lei 164/2006 de 9 de Agosto) foi criada a 9 de Agosto de 2006; é esta instituição que gere e organiza o Museu Coleção Berardo de Arte Moderna e Contemporânea, presentemente instalado no Centro Cultural de Belém. O seu acervo é composto por 862 obras e está avaliado pela leiloeira Christie´s em 316 milhões de euros.

Espaço museológico de referência em Lisboa, no Museu Coleção Berardo o visitante pode desfrutar do melhor da arte moderna e contemporânea. Tanto na mostra permanente da Coleção Berardo como no leque alargado de exposições temporárias, é possível encontrar obras de artistas dos diversos contextos culturais e das variadas expressões que construíram a história da arte do último século.

O Museu Coleção Berardo conta ainda com um diversificado programa de atividades para todas as idades (por exemplo, percursos pelas exposições e visitas-atelier em família) que, de uma forma original e pedagógica, dão a conhecer os grandes nomes da arte nacional e internacional, como Marcel Duchamp, Pablo Picasso, Salvador Dalí, Andy Warhol, Francis Bacon, Maria Helena Vieira da Silva ou Helena Almeida.



Museu Nacional de Arqueologia Lisboa Belém





O Museu Nacional de Arqueologia (MNA) é o principal museu nacional de âmbito arqueológico em Portugal. Localizado em Lisboa, o museu foi fundado em 1893 por iniciativa de José Leite de Vasconcelos. O museu situa-se na ala ocidental do Mosteiro dos Jerónimos, onde ficava o antigo dormitório do Mosteiro, nas instalações oitocentistas em estilo neomanuelino, cedida por decisão governamental de 20 de novembro de 1900, iniciando-se a sua transferência em 1903 e abrindo portas em 1906.

O MNA resulta do esforço de José Leite de Vasconcelos (1858-1941) para criar um u201cMuseu do Homem Portuguêsu201d. Com o patrocí­nio de Bernardino Machado, foi criado, por decreto régio de 20 de dezembro de 1893, como u201cMuseu Ethnographico Portuguêsu201d. Como instituição centenária, esteve subordinada ao longo dos anos a diversas entidades e viu a sua designação alterar-se por quatro vezes, denominando-se, desde 1989, Museu Nacional de Arqueologia do Dr. Leite de Vasconcelos.

Em mais de um século de existência, este Museu constituiu-se a instituição de referência da Arqueologia Portuguesa com correspondência regular com museus, universidades e centros de investigação em todo o Mundo.

O Museu Nacional de Arqueologia foi distinguido com o Prémio Internacional u201cGenio Protector da Colonia Augusta Emeritau201d, atribuí­do pela Fundação de Estudos Romanos e pelo Grupo de Amigos do Museo Nacional de Arte Romano de Mérida, em Espanha.

Instituição centenária, o atual Museu Nacional de Arqueologia (MNA) foi fundado, em Dezembro de 1893, por proposta de Leite de Vasconcelos  (e daí a designação oficial mais completa do Museu, conforme publicação em 1989, no “Diário da República”: Museu Nacional de Arqueologia, do Doutor Leite de Vasconcelos).

O Despacho-Régio, promulgado pelo Rei D. Carlos, foi subscrito por dois ministros do governo de Hintze Ribeiro, concretamente João Chagas, Ministro do Reino e Bernardino Ribeiro, Ministro das Obras Públicas, Comércio e Indústria, e patrono político da ideia. Aliás a relação de amizade e de colaboração entre Bernardino Machado e José Leite de Vasconcelos é anterior à data da criação do Museu e vai manter-se até à morte deste último.

Em mais de um século de existência este Museu constituiu-se na instituição de referência da Arqueologia Portuguesa, com correspondência regular com museus, universidades e centros de investigação em todo o Mundo. O acervo do Museu reúne as coleções iniciais do Fundador e de Estácio da Veiga. A estas somaram-se numerosas outras, umas por integração a partir de outros departamentos do Estado (por exemplo: coleções de arqueologia da antiga Casa Real Portuguesa, 



Sé a imponente catedral de Lisboa





No distrito de Castelo, perto do antigo bairro de Alfama, a catedral românica fortificada de Lisboa - a Sé - sofreu várias remodelações de design desde que a estrutura original foi consagrada em 1150 . Uma série de terremotos que culminaram no tremor devastador de 1755 destruiu completamente o que existia no século XII. O que você vê hoje é uma mistura de estilos arquitetônicos, sendo as características de destaque as torres de sino geminadas que embelezam o horizonte do centro da cidade - particularmente no fim da tarde, quando um sol poente assenta a alvenaria com um laminado dourado.



Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa





A Fundação Calouste Gulbenkian é uma instituição portuguesa A Fundação Calouste Gulbenkian foi criada em 1956 por testamento de Calouste Sarkis Gulbenkian, filantropo de origem Arménia que viveu em Lisboa entre 1942 e 1955, ano em que faleceu.

De nacionalidade Portuguesa e instituída em perpetuidade, a Fundação tem como propósito fundamental melhorar a qualidade de vida das pessoas através da arte, da beneficência, da ciência e da educação. A Fundação desenvolve as suas atividades a partir da sua sede em Lisboa e das delegações em Paris e em Londres, tendo também intervenção através de apoios concedidos desde Portugal nos PALOP e Timor-Leste bem como nos países com Comunidades Arménias.

A Fundação conta com um museu, que alberga a coleção particular do Fundador e uma coleção de arte moderna e contemporânea; uma orquestra e um coro; uma biblioteca de arte e arquivo; um instituto de investigação científica; e um jardim, que é um espaço central da cidade de Lisboa, onde decorrem também as atividades educativas.

Criada por disposição testamentária de Calouste Sarkis Gulbenkian, que legou os seus bens ao paí­s sob a forma de uma fundação, os seus estatutos foram aprovados pelo Estado Português a 18 de julho de 1956.

A 20 de junho de 1960, foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem de Benemerência, a 7 de agosto de 1981 foi feita Membro-Honorário da Ordem Militar de Sant´Iago da Espada, a 13 de agosto de 1986 foi feita Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique e a 20 de julho de 2016 foi feita Membro-Honorário da Ordem da Liberdade.









O que visitar e conhecer em Portugal

Os 10 melhores lugares para visitar em Vila Real

Os 10 melhores lugares para visitar em Vila Real

Castelo de ChavesO Castelo de Chaves localiza-se na freguesia de Santa Maria Maior, cidade e concelho de Chaves, distrito de Vila Real, em Portugal. Em posição dominante sobre uma elevação à beira do rio Tâmega, defendia a fronteira com a Galiza. Pode-se dizer que este castelo sofreu aventuras e desventura...
O que fazer no inverno em Faro os 15 melhores locais

O que fazer no inverno em Faro os 15 melhores locais

S de Silves AlgarveA Sé de Silves é uma antiga catedral situada na cidade e freguesia do mesmo nome (mais precisamente no Largo da Sé), no distrito de Faro, Portugal. Erguida maioritariamente no século XV, a antiga Sé de Silves apresenta hoje um cunho principalmente gótico, mas também elementos de o...
As 15 melhores coisas para fazer e visitar na Ilha Terceira

As 15 melhores coisas para fazer e visitar na Ilha Terceira

Praia dos Biscoitos ilha Terceira, AoresAs Piscinas naturais dos Biscoitos são um conjunto de formações geológicas marítimas portuguesas localizadas na freguesia dos Biscoitos, no concelho da Praia da Vitória, ilha Terceira, Açores, e devem a sua origem às antigas erupções vulc&...
Os 9 melhores locais para visitar em Vila do Conde

Os 9 melhores locais para visitar em Vila do Conde

Praia da rvoreSituada entre as Praias de Azurara e do Mindelo e a meio de um areal muito longo, a Praia da Árvore localiza-se junto do acesso ao Parque de Campismo e possui boas infraestruturas de apoio. Na parte sul do areal encontra-se uma faixa de dunas com cerca de um quilómetro de comprimento, área protegida, selvage...