Cividade de Bagunte Vila do Conde





A pequena rota da Cividade de Bagunte estrutura uma visita pedonal num percurso de grande qualidade paisagística e monumental que corre paralelo à Grande Rota 11, no espaço situado entre a ponte de D. Zameiro e a ponte de S. Miguel em Arcos, passando pela Cividade de Bagunte que é o maior e mais antigo monumento nacional do concelho de Vila do Conde.

O percurso sai da ponte medieval de D. Zameiro e segue para norte por um pequeno troço da antiga Via Veteris para o largo da Sr.ª da Ajuda onde se ergue uma pequena capela barroca.

Aí, o percurso inflete para nascente e, cerca de um quilómetro depois, chega ao local onde outrora se ergueu uma Villa romana - a Vila Verde. Descoberta no início do século XX por José Peniche e escavada por Ricardo Severo ali apareceram várias sepulturas datáveis pelas moedas ali aparecidas entre o século III e o século V da nossa Era...

De Vila Verde a rota segue para a aldeia de Figueiró de Baixo, onde se pode ver um forno de cal conservado na Casa Peniche e conhecer um pouco da história da Villa Fikeirola - uma casa de origem romana que ali existiu até à Idade Média.





Praia da rvore





Situada entre as Praias de Azurara e do Mindelo e a meio de um areal muito longo, a Praia da Árvore localiza-se junto do acesso ao Parque de Campismo e possui boas infraestruturas de apoio. Na parte sul do areal encontra-se uma faixa de dunas com cerca de um quilómetro de comprimento, área protegida, selvagem e quase inacessível, classificada como Reserva Ornitológica do Mindelo e procurada por diversas espécies de aves que aqui vêm nidificar.

Com um extenso areal, esta praia está rodeada de dunas. Em certas zonas não tem acesso directo, o que permite alguma privacidade. Tem um parque de campismo junto à praia. 



Museu de Vila do Conde





Em 1979, na Casa de S. Sebastião, atual Centro de Memória, é criada uma exposição, com peças cedidas temporariamente, potenciadora da coleção do Museu de Vila do Conde, nomeadamente no que se refere à musealização da Construção Naval de Madeira. Era dado o primeiro passo para a criação de uma estrutura museológica concelhia. Passados 29 anos, e resultante de um projeto de regeneração do edifício existente e da criação de dois novos corpos, duplicando, desta forma, a área inicial, a Casa de S. Sebastião abre as suas portas ao público, reunindo no mesmo espaço as valências do Arquivo Municipal, do Gabinete Municipal de Arqueologia e do tão desejado núcleo central do Museu de Vila do Conde.O referido imóvel que, desde há um século, significa uma centralidade na cultura do nosso concelho, primeiro pela mão do teatrólogo Jorge Faria, depois pela intervenção municipal, que ali instalou a antiga Biblioteca e parte do Arquivo Municipal, continua a assumir, de forma inquestionável, lugar de destaque no panorama cultural local, regional e nacional.



Praia do Moreir Vila do Conde





Situada numa zona rural, a Praia de Moreiró é um local de grande beleza que conserva um ambiente tranquilo, sendo muito procurada por famílias durante a época balnear. A metade norte da praia, com um areal extenso, contrasta com a parte sul, limitada por uma zona rochosa que oferece alguns perigos para os banhistas. Nas proximidades situa-se o Castro de São Paio ou Sampaio, um pequeno povoado da Idade do Ferro datado de 2.000 a.C. e que é um exemplar raro pela sua localização junto ao mar.



Praia da Senhora da Guia Vila do Conde





A Praia da Nossa Senhora da Guia está localizada a norte da foz do rio Ave, em Vila do Conde. Esta pequena praia é delimitada pela Capela de Nossa Senhora da Guia e pelo Forte de São João.

Apesar de seu tamanho a praia aqui é bastante popular, em parte devido ao fato de que é abrigada dos ventos do norte.

Como é comum nesta parte da costa, existem alguns afloramentos rochosos. Na maré baixa, formam piscinas naturais que são sempre populares entre as crianças pequenas. Para os adultos há também um bar de praia com um terraço que está aberto todo o ano.

A Praia de Nossa Senhora da Guiaestá situada na costa da cidade de Vila do Conde, no distrito do Porto, norte de Portugal

Esta é uma praia com água muito fria (cerca de 16ºC no verão e 14ºC no inverno), como a maioria das praias desta parte de Portugal. As suas águas são geralmente calmos, tem bons acessos e estacionamento gratuito nas proximidades.



Nau Quinhentista em Vila do Conde





Fundeada desde 2007 nas águas do rio Ave, a réplica da Nau Quinhentista, construída pelos estaleiros Samuel & Filhos, Lda, de Vila do Conde, é um importante e precioso complemento ao núcleo museológico Alfândega Régia - Museu de Construção Naval. Para além de um importante elemento de atração turística e lúdica, tem uma função pedagógica, pois, construída com o maior respeito pelas investigações científicas da responsabilidade do Almirante Rogério d’ Oliveira, incorpora o saber ancestral dos carpinteiros e calafates dos estaleiros vilacondenses.

A nau portuguesa do século XVI era um navio redondo, de alto bordo, com uma relação de 3:1 entre o comprimento e a largura máxima, três ou quatro cobertas, castelos de popa e de proa, com três e dois pavimentos, respetivamente, cuja arquitetura se integra perfeitamente no casco; arvorava três mastros, o grande e o traquete com pano redondo, e o da mezena com pano latino.



Praia da Congreira Vila Ch, Vila do Conde





A Praia da Congreira, tem um pequeno areal onde se encontram os tipicos toldos desta zona do norte, um bar, mas uma das suas características principais é a zona rochosa que parece fazer uma divisão perfeita entre a areia e o mar.É uma praia acolhedora, com bons acessos, com uma zona de estacionamento considerável.

A Praia da Congreira tem um areal de extensão razoável. É caracterizada pelas inúmeras formações rochosas que ocupam quase toda a linha de água.



Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal