Emprestando o lirismo que impera absoluto na cidade, Lisboa pode ser definida como a capital europeia que sempre olha para mundos distantes e desconhecidos. Das ruas íngremes aos belos e misteriosos museus d’Alfama, passando ainda por monumentos tombados como Patrimônio Mundial pela UNESCO, pelas as noites loucas ao redor do Bairro Alto, a estadia por lá é inesquecível, em qualquer época do ano. Para um roteiro marcante, saiba quais são as maiores paradas obrigatórias em Lisboa!

1. Passeio no electrico 28

Há muitas maneiras de ver Lisboa, mas uma dos mais fascinantes é definitivamente a bordo do elétrico lendário de número 28! Este trilho antigo transporta os visitantes com muito conforto e sem pressa, dando-lhe a chance de sentir profundamente a vibe retrô da cidade. Com ele, é possível ir a um grande número de atrações, incluindo o Castelo de São Jorge e o mercado de Feira da Ladra. Ao comprar o bilhete diário (menos de 4 Euros!)  pode entrar e sair quando quiser. Muito melhor do que passeando, não?

2. Elevador de Santa Justa

Lisboa é famosa por seus Elevadores, meios de transporte definitivamente especiais, nascidos do engenho de Lisboetas, sempre “para cima e para baixo” e de frente para a cidade, garantindo visões panorâmicas incríveis. A maioria é funicular, enquanto o de Santa Justa é uma verdadeira obra de arte na vertical. Inaugurado em 1902 como uma maravilha da engenharia de vapor e, em seguida, eletricidade, agora é o local ideal para desfrutar de uma vista espetacular.

 

3. Torre de Belém

O símbolo por excelência de Lisboa, é absolutamente imperdível. Foi construída em 1500, nas margens do Tejo, como uma estrutura defensiva, mas também, e acima de tudo, como uma porta de entrada para a cidade para os viajantes que retornam de exploração ao redor do mundo. Admire esta imponente joia arquitetônica, tombada como Patrimônio Mundial da UNESCO, e em breve vai se sentir pronto para zarpar para lugares exóticos e desconhecidos, com lotes de caravelas no reboque.

 

4. Mosteiro dos Jerônimos

Não muito longe de Belém, também é protegido pela UNESCO, assim como é espetacular. O enorme mosteiro construído em 1500 abriga o túmulo de Vasco da Gama, formado por grandes quartos com colunas e outros mausoléus e lugares com decorações que parecem ser feitas de areia, criando os mais belos claustros do mundo. Não, de Lisboa, do mundo mesmo.

5. Castelo de São Jorge

O verdadeiro guardião de Lisboa, este castelo fortificado imponente tem vista para a cidade a partir do topo de uma colina, e nunca passa despercebido. Está lá para cerca de 2000 anos e, por isso, foi palco para inúmeras intervenções históricas, tendo visto de tudo um pouco: bárbaros, guerras religiosas, famílias reais e, claro, grandes descobertas. No interior, há um museu arqueológico e as torres oferecem vistas sobre a cidade.

 

6. Alfama

O coração histórico de Lisboa, cheio de ruas íngremes, torres de pedra, jardins escondidos e pequenos bares, onde há poucos turistas e o Fado. Perca-se nesta atmosfera suspensa no tempo, entre em uma das muitas igrejas ou suba o mais alto possível para admirar os seus telhados vermelhos com vista para o mar. Ou, vá lá em junho, durante as festas dos santos, quando todo o bairro torna-se uma grande festa ao ar livre. Realmente difícil não se apaixonar.

 

 

7. Noite no Bairro Alto

Para concluir os seus dias na capital portuguesa,  só precisa se deixar pela vida noturna do animado e intenso Bairro Alto, bairro central e íngreme logo acima do núcleo histórico de Alfama. Durante o dia, a calmaria toma conta desta área residencial, mas depois do pôr-do-sol, o local recebe pessoas de todos os perfis e promete entreter todos. É ali que ficam os melhores hotéis de Lisboa.