Dormir em pipas gigantes de vinho só podia ser no Douro


Já sonhou dormir em pipas de vinho na Quinta da Pacheca. Eis a sua oportunidade. Alguma vez lhe passou pela cabeça que seria possível construir um quarto no interior de pipos? Pois! Mas à administração da Quinta da Pacheca passo. Tanto é que, dentro de dias, quem quiser pernoitar por lá poderá fazê-lo no interior de uma pipa transformada em quarto. O conceito, inovador, está a ser margem esquerda do Douro, na Quinta da Pacheca, Lamego.

A boa notícias é que já não precisa de usar a imaginação. Estes quartos existem, são a grande novidade de 2018 da The Wine House Hotel Quinta da Pacheca, no concelho de Lamego, e vão abrir ao público quando começar o mês de junho.

É uma coisa diferente, uma verdadeira pipa com 25 metros quadrados, com ar condicionado, com quarto para dormir

A Quinta, que já tem um hotel de inspiração vínica, quer "inovar e proporcionar novas experiencias para contrariar a muita oferta que existe". E dormir num pipo, diz Paulo Pereira, o empresário português radicado em França que há dez anos comprou esta quinta situada no concelho de Lamego, "será uma oferta diferente".









Que tal a experiência de dormir em um barril de vinho ?
O luxuoso Wine House Hotel Quinta da Pacheca oferece essa opção. São 10 quartos barris e cada um leva o nome de uma casta do Douro. 





Fica localizado em Lamego e conta com amplos terrenos privativos com vinhas. O restaurante de alta gastronomia traz um cardápio perfeito para harmonizar com os rótulos produzidos ali. Além disso há visitas guiadas, degustação de vinhos, aulas de culinária e piquenique! 


 

Onde fica a Quinta da Pacha

Quinta da Pacheca
Rua do Relógio do Sol 261 Cambres 5100-424 Lamego
Portugal





 







É um marco histórico no percurso da Quinta da Pacheca depois de ter sido adquirida por Maria do Céu e Paulo Pereira aos herdeiros da família Serpa Pimentel em maio de 2012. Nessa altura, a propriedade vitivinícola atravessava uma crise financeira séria e esteve perto de acabar nas mão s da banca, até que o casal de emigrantes portugueses em França agarrou a oportunidade para fazer da quinta “uma empresa”. Um hotel pra ficar na memória 

  • Dormir em pipas gigantes de vinho só podia ser no Douro


Outros Artigos Populares no Blogue