Praia de extenso areal equipada com apoio de praia, restauração e estacionamentos, bem como condições de excelência ao nível ambiental e acessibilidades, tendo sido estas reconhecidas com atribuição dos galardões Bandeira Azul, Praia Acessível e Qualidade de Ouro. A sul da frente de praia encontram-se formações dunares com flora endémica e classificada e a norte arribas de arenitos proporcionando conjugações paisagísticas e ambientais de elevado interesse.

 

As características do mar e da linha de costa permitem a prática de variadas atividades desportivas, de entre elas o surf ou bodyboard, durante praticamente todo o ano.

 

Nas imediações da praia surge uma lagoa (Lagoa de Melides), que se prolonga até à aldeia de Melides através de extensos arrozais e pequenas ilhas onde a riqueza da flora e da fauna garantem atividades como bird watching, canoagem ou passeios pedestres.

 



 

 

A Praia de Melides situa-se na longa faixa de areia que faz a separação entre o mar e a Lagoa de Melides. Com um acesso fácil por estrada e um bom parque de estacionamento, esta praia está equipada com infraestruturas de apoio, que incluem uma rede de voleibol.

 

Percorrendo os 4 kms da estrada que dá acesso à praia, por entre pinhais e arrozais, chega-se a Melides, típica povoação alentejana, de casas brancas e ruas tranquilas que merece bem uma visita.

 

A pouco mais de uma hora de Lisboa, Melides oferece-nos o que de melhor podemos ter na costa alentejana: boa praia e bom petisco. Mas não tenha medo, há mais para descobrir nesta aldeia, mesmo que o sol não queira aparecer. Siga o nosso roteiro

 

Praia da Aberta Nova (na foto) Para grande infelicidade de quem descobriu Melides há mais de uma década, a Aberta Nova deixou de ser, nos meses de Verão, aquele paraíso vazio e tranquilo. Ainda assim, continua a anos-luz de uma Praia da Rocha em Agosto. E há que ver o copo meio cheio: tem toldos, zona de chapéus de sol, banheiro, bar de praia e gelados – quem não gosta de um gelado fim de dia?

 

Uma corrida pelos arrozais de Melides e estradas de terra batida que os ladeiam. Basta evitar as horas de refeição dos mosquitos – nascer e pôr-do-sol – e levar água, que o campo, já se sabe, é sempre quente.

 

Marcar mesa na Tia Rosa para provar um dos melhores patos assados do país, feito no forno a altas temperaturas, de onde sai com a pele a estalar. Há ainda ensopado de enguias, açorda alentejana, peixe frito, bacalhau ou cabrito assado... é só ter fome. E marcar mesa.

 

Para quem sempre sonhou em encarnar a persona Bo Derek em cima de um cavalo, a empresa Passeios a Cavalo tem a solução. Passeios a cavalo, lá está, tanto na Serra de Grândola

 

numa estrada de terra, onde o mar está tão próximo que se ouve o bater das ondas, que se situa a casa de Louboutin. Com vista sobre a lagoa, com pinheiros a fazer de muro para quem ali passa, é o sossego envolvente que mais salta à vista. Na estrada da Vigia há mais casas construídas, mas estrategicamente posicionadas para ninguém se impor na vida de ninguém e, acima de tudo, para ninguém estragar a paz de ninguém. A condessa Noemi Marone Cinzano, empresária ligada ao vinho, tem casa na mesma estrada e até já comprou terrenos do outro lado da sua herdade, onde plantou vários hectares de vinhas.

 

Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal