As ondas em Portugal o melhor distino Surf da Europa


Se a norte as águas são frescas e impetuosas,a sul o mar é mais calmo e quente. Ao longode toda a costa pode encontrar vastos areais,para grandes caminhadas, pequenas enseadas,a beleza das formações rochosas junto ao mare falésias cor de fogo.Os idílicos 9 km de praia contínua na Ilha dePorto Santo, na Madeira, convidam a ficar ao soldepois de um mergulho no mar transparente.Nos Açores, as praias de areia escura proporcionamuma experiência diferente e confirmam a origemvulcânica das ilhas.

 
alguns locais, a ondulação forte é umverdadeiro desafio para os mais reputadospraticantes, como em Peniche ou no Canhãoda Nazaré. Noutros sítios, o mar é tranquiloe ideal para deslizar simplesmente ao sabordo vento ou para se iniciar no surf. 

O surf é assumido como um segmento deaposta do turismo náutico, na medida em quediversifca a oferta, capta mercado e dinamizaas economias regionais, enriquecendo assim,a proposta de valor do país ancorada numrecurso distintivo – o mar português

Começamos por afrmar, com convicção e orgulho, que Portugal é uma es-pécie de praia gigantesca para praticantes de surf de todo o mundo.

De facto, esta extensa costa atlântica, conhecida pelas suas excelentes praias,proporciona ainda muitas mais aventuras, desde logo, para os amantes do surf.

A variedade de “spots”, associada às condições naturais e climatéricas,permite a prática da modalidade durante todo o ano e por todos, semexceção: dos mais experientes e destemidos, aos aprendizes ou simplesamantes da natureza e do mar.A realização dos principais eventos mundiais de surf, a consagração de umareserva mundial deste desporto e um recorde mundial de ondas grandesvieram confrmar esta vocação de Portugal.

A estas características do território, juntam-se as condições proporciona-das pelos serviços turísticos disponíveis - alojamento, gastronomia e outrasatividades de turismo de natureza, náutica de recreio ou golfe.O surf é assumido como um segmento de aposta do turismo náutico, namedida em que diversifca a oferta, capta mercado e dinamiza as econo-mias regionais, enriquecendo assim, a proposta de valor do país ancoradanum recurso distintivo – o mar português.

Está, pois, lançado o desafo para a descoberta de todos os locais, de nortea sul e ilhas, onde a prática de surf poderá ser uma experiência inesquecível. Portugal um destino de surf

Os descobrimentos portugueses marcaram a nossa história. O conjuntode viagens e explorações marítimas realizadas pelos portugueses resulta-ram na expansão nacional e deram um contributo essencial para delinear omapa do mundo, impulsionados pela Reconquista e procura de alternativasàs rotas do comércio no Mediterrâneo.

O mar é o nosso destino e o nossomaior potencial. Se no passado o mar representou um papel muito impor-tante na afrmação mundial de Portugal e alimentou o desenvolvimento deum conjunto de atividades económicas importantes, a aposta futura na eco-nomia do mar seguirá provavelmente outros caminhos.

É neste contexto que Portugal assume um destaque nos desportos náuti-cos pelas excelentes condições naturais que apresenta e que mobilizam hojeum número signifcativo de praticantes. Entre estas modalidades destaca-se osurf.

Pese embora a tradição nacional no surf, os últimos anos foram muito de-terminantes para a sua consolidação, podendo afrmar-se hoje que Portugalé um país central no panorama do surf mundial e um destino por excelência

As ondas em Portugal

O Portugal Surf Guide, embora tenha recorrido às ontes de inorma-ção escrita e online, tem um caráter essencialmente exploratório ba-seado numa experiência única vivida pelos autores que visitaram to-dos os locais referenciados de norte a sul do país incluindo as ilhas.

Em Portugal encontramos uma oferta diversifcada de ondas, desdeas que são próprias para iniciantes no surf às mais radicais adequa-das a outros níveis e que até proporcionam, anualmente, provas im-portantes do calendário do surf mundial.

As ondas estão classifcadas numa escala de “um” a “cinco”, corres-pondendo à pontuação máxima as que apresentam uma qualidadede excelência depois de ponderados um conjunto de factores queuma abordagem de nível nacional permite. Foram ainda contempla-das duas categorias especiais:

“Ondas Grandes” com característi-cas próprias no domínio do surf e “Ondas Mágicas” que convidamà descoberta.É importante reerir algumas condicionantes que podem desatua-lizar a inormação apresentada, nomeadamente, o movimento dasareias e outros enómenos naturais, bem como a ação humana me-diante a construção de obras portuárias ou de proteção da orla marí-tima, podem promover o desaparecimento de ondas ou reduzirem asua qualidade.

Entretanto, poderão também surgir novos locais queà data desta edição não houve possibilidade de identifcar.A divisão territorial utilizada no guia diz respeito às áreas promocio-nais turísticas utilizadas pelo Turismo de Portugal e pelas AgênciasRegionais de Promoção Turística.


 
 



  • As ondas em Portugal o melhor distino Surf da Europa


Outros Artigos Populares no Blogue