10 Centros Históricos mais bonitos de Portugal

10 Centros Históricos mais bonitos de Portugal

Fizemos uma lista dos centros historicos mais bonitos de Portugal na lista podes ver os centro de 10 cidades

Elvas centro Historico

Elvas é uma das principais cidades Alentejanas, sede de município, situada bem próxima da fronteira com Espanha, e desde cedo um importante bastião estratégico, construída dentro de muralhas em forma de estrela. Toda a cidade é dona de um património riquíssimo, contando mesmo com um imenso espólio de monumentos megalíticos, bem como um bom acervo arqueológico da época pré e romana. Da época medieval são de realçar o bonito Castelo do século XIII de Elvas, a Igreja de São Domingos ou a Igreja de São Pedro do século XII.



O monumento mais vistoso da cidade é, talvez, o grande Aqueduto da Amoreira, cuja construção se iniciou em 1498 e foi concluído em 1622, com uma extensão de cerca 7.800 metros, com um total de 843 arcos, chegando alguns a atingir mais de 30 metros. Do mesmo arquitecto do Aqueduto é a bonita Igreja de Nossa Senhora da Assunção, antiga Sé de Elvas, obra do século XVI. Muitas outras Igrejas são dignas de registo, como a Igreja das Domínicas, da Nossa Senhora da Nazaré, da Conceição, ou a da Ordem Terceira de São Francisco, ou já fora das muralhas, o Santuário do Senhor Jesus da Piedade, onde se realiza anualmente em Setembro, uma famosa Romaria, coincidente com a Feira de São Mateus.

Centro Historico de Bragança

O núcleo urbano medieval, murado e acastelado, no século XII, mantém-se na Cidadela, dignamente representada pela imponente Torre de Menagem do Castelo, pelo Pelourinho, pela Igreja de Santa Maria e pela Domus Municipalis, edifício único na Península Ibérica de arquitectura Românica, com a forma de um pentágono irregular, construído no século XII, e a Torre da Princesa, um magnífico miradouro com vista para a cidade.



O centro da cidade, já fora da cidadela Bragantina, é constituído por excelentes monumentos dignos de registo como a bonita Praça da Sé, o Cruzeiro de 1689, a Sé Catedral do século XVI e o Palacete dos Calaínhos do século XVIII. O património religioso é igualmente rico, como se pode observar nas Igrejas da Misericórdia, de São Bento, de São Vicente, ou o Convento e igreja de São Francisco e, já fora do centro, a importante Igreja do Mosteiro de Castro de Avelãs do século XII.

Centro historico de Évora

O seu belo centro histórico foi classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, numa área de cerca de 105 hectares e cerca de 400 edifícios, que é, por si só, um dos melhores motivos para visitar esta maravilhosa cidade Alentejana. Évora é conhecida pela importante presença Romana na época da ocupação da península, Évora foi mesmo chamada Liberalitas Julia. Durante as invasões barbaras, Évora esteve sobre domínio visigodo. Em 715 d.C. a cidade foi conquistada pelos mouros, tendo sido reconquistada por Geraldo ”sem pavor” em 1166, ) tornando-se durante a Idade Média uma das mais prosperas cidades do reino, tendo sido, em 1551, fundada pelos Jesuítas a Universidade, símbolo de juventude e saber desta emblemática cidade.



Com toda esta rica história, não faltam no município de Évora locais de incontornável visita, como a sua imponente Sé Catedral construída entre 1186 e 1204, o conhecido Templo Romano (popularmente apelidado de “Templo de Diana”) construído entre o século I e III d.C, a Igreja de São Francisco e a sua célebre Capela dos ossos, totalmente revestida de ossadas humanas, a bonita Igreja dos Lóios (século XV), ou o Palácio de D. Manuel, com a interessante Galeria das Damas, parte do que resta do Paço do século XVI construído pela Dinastia de Avis que tanto influenciou e adorou estes domínios.

Centro historico do Porto

O Centro Histórico do Porto é Património Cultural da Humanidade desde 1996 e o seu enquadramento paisagístico e o traçado sinuoso das suas ruas conferem-lhe uma beleza singular. Na cidade o Vinho do Porto está presente de várias formas e sentidos: pode ser conhecido e experimentado, mas jamais ignorado, ou esquecido.



Testemunha de uma história feita do cruzamento de culturas em sucessivas ocupações, várias vezes invadida e cercada, mas sempre Invicta, a cidade do Porto é património vivo, dinâmico, que se regenera e se reinventa, mantendo sempre o seu carácter, ou não fosse alicerçado em granito e por conseguinte, inabalável. O Porto é um dos destinos turísticos mais antigos da Europa e a riqueza do seu património artístico, o Vinho do Porto, os vastos espaços dedicados ao lazer e a sua vida cultural são apenas alguns dos motivos que convidam a visitar a cidade.

Centro historico de Lisboa

Lisboa ergue-se nas suas 7 colinas sobre o rio Tejo, banhada por uma luz única. Capital de Portugal desde a sua conquista aos Mouros em 1147, Lisboa é uma cidade lendária com mais de 20 séculos de história e o mais importante pólo turístico do País. Dos edifícios pombalinos da Baixa, com fachadas de azulejos, às estreitas ruas medievais dos Bairros típicos de Alfama e do Bairro Alto, onde à noite se pode ouvir o fado e usufruir de um divertida vida nocturna, aos inúmeros museus e lojas, Lisboa é uma cidade com várias opções.



São variados os pontos de interesse turístico da cidade, mas alguns são absolutamente imperdíveis. É o caso do Castelo de S. Jorge, de onde se avista Lisboa em toda a sua magnificência, passando pela velha Mouraria, pela Sé Patriarcal, pela Baixa Pombalina, o Mosteiro dos Jerónimos, exemplo mais marcante do estilo manuelino, classificado pela UNESCO como “Património Cultural de toda a Humanidade”; a Torre de Belém, construída na época dos Descobrimentos, a Basílica da Estrela.

Centro historico de Tomar

Tomar é uma lindíssima cidade, sede de concelho, da região Centro do País, situada nas bonitas margens do rio Nabão, bem na lezíria Ribatejana, e uma das cidades históricas de Portugal, com tanto para contar e ver. Esta é uma região ocupada pelo homem desde há longos tempos, apresentando o bonito vale do Nabão vestígios que recuam ao período paleolítico.



A tradicional Festa dos Tabuleiros, realizada cada quatro anos em Julho, durante três dias, é um dos chamarizes da cidade, reunindo um grande número de visitantes nacionais e estrangeiros, atraídos pela beleza e simbologia desta festividade. Muito mais há para ver e conhecer nesta encantadora cidade Templária, como o curioso Museu dos Fósforos, ou o Museu Luso-Hebraico, bem como o fantástico Parque do Mouchão, com jardins lindíssimos cruzados pelo rio Nabão, entre tantas outras atracções.




Centro historico de Viseu

O encanto de Viseu reflecte-se na atmosfera medieval das suas ruas, nos palácios que foram da nobreza e dos senhores da Igreja, engrandecidos pela nobre pedra de granito, nas praças e jardins arborizados, no património de muitas épocas, testemunho da sua vitalidade. Bem no centro de Portugal, erguendo-se sobre um saudável planalto rodeado por serranias e pelos rios Vouga e Dão (em cujas encostas nasce o excelente vinho do Dão), Viseu recebeu em 1993 o prémio Quercus pela preservação ímpar dos seus espaços verdes.



Coroa o planalto a imponente Sé, mas no tempo da ocupação de Roma a população distribuía-se pela sua parte mais baixa, onde se situa a Cava de Viriato e o Parque do Fontelo. No séc. VI Viseu era cidade episcopal do reino suevo. Consta que o último dos reis godos, D. Rodrigo aqui veio morrer e que as suas cinzas estão guardadas num modesto túmulo de granito, no interior da igreja de S. Miguel de Fetal.

Centro historico de Angra do Heroísmo

A encantadora capital da bonita Ilha Terceira, Angra do Heroísmo, encontra-se desde 1983 classificada como Património Mundial pela UNESCO, plena de beleza, história, monumentos, cosmopolitismo, e dona de um ambiente muito próprio. Situada a sul da Ilha Terceira numa pequena e belíssima baía, Angra tem muito para contar. Esta foi a primeira cidade do Arquipélago dos Açores, elevada em 1534, já na altura uma muito importante e influente localidade, grande ponto de comércio e troca e ponto de escala obrigatório nas travessias transcontinentais, em busca dos “Novos Mundos”.



As suas bonitas e típicas ruas são o reflexo de anos de história, influência dos vários habitantes vindos de variadas regiões, e dos muitos visitantes e negociantes que por tão importante ponto de comércio e troca, pleno de beleza, se apaixonaram. A sua riqueza está também patente nos monumentos, existindo por Angra diversas casas senhoriais e palacetes, como o Palácio Bettencourt, o dos Capitães Generais ou o Solar da Madre de Deus, entre tantos outros.

 

Centro historico de Braga

Baptizada pelos Romanos de Bracara Augusta, sendo na altura a maior cidade em território hoje Português, é igualmente conhecida hoje em dia pela “Cidade dos Arcebispos” ou mesmo pela “Roma Portuguesa”. Património Religioso no virar de cada esquina, nas ruas históricas de Braga testemunha-se o fervor religioso ao longo dos séculos, traduzido em bonitos monumentos que tanto a enriquecem, com destaque para a Sé de Braga, a mais antiga do País.



Braga foi igualmente apelidada de “Cidade Barroca” pela sua riqueza patrimonial, de tantos edifícios decorados no século XVIII, que a transformaram num dos mais importantes pólos artísticos do País na época. A não perder são os Santuários que circundam a cidade e a povoam de fiéis e peregrinos. São eles O Santuário do Bom Jesus, do Sameiro e da Falperra, visitas obrigatórias nesta região Bracarense. Belos e elaborados jardins, elegantes casas senhoriais e palacetes e todo este legado barroco conferem a Braga uma imagem única, característica da região Minhota. O Verde governa a paisagem circundante, com o Parque Nacional da Peneda-Gerês mesmo no seu encalce.

Podes tambem fazer um Roteiro pelos centros Historicos de Portugal  neste roteiro tens uma Lista mais completa de centros historicos de norte a sul de Portugal 










O que visitar e conhecer em Portugal

As 7 melhores coisas para fazer no inverno na Lourinhã

As 7 melhores coisas para fazer no inverno na Lourinhã

Praia da Areia BrancaA Praia da Areia Branca é uma praia situada na freguesia e concelho da Lourinhã, em Portugal. Localizada quase na fronteira entre os distritos de Lisboa e Leiria, dista de 72km a norte de Lisboa e 15km a sul de Peniche. Da praia podem-se avistar as ilhas Berlengas.   O mar agitado da Praia da Areia Branca...
7 locais grátis para visitar em Cascais

7 locais grátis para visitar em Cascais

Praia da TorrePraia da Torre é uma praia situada em São Julião da Barra, na freguesia de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, em Oeiras, Grande Lisboa. A Instituto da água realiza análises periódicas no local, uma vez que a praia é utilizada por banhistas. Situ...
Os 10 melhores lugares para visitar em Bragança

Os 10 melhores lugares para visitar em Bragança

Castelo de BraganaO Castelo de Bragança localiza-se na freguesia de Santa Maria, no centro histórico da cidade, concelho e distrito de Bragança, em Portugal. Em Trás-os-Montes, no extremo nordeste do paí­s, à margem do rio Fervença, é um dos mais importantes e bem preservados castelos po...
O que fazer no inverno na Ilha de São Miguel os 20 melhores locais

O que fazer no inverno na Ilha de São Miguel os 20 melhores locais

Lagoa das Sete Cidades nos Aores dos locais mais bonitos do mundoSituada na ilha de São Miguel, a Lagoa Rasa, a Lagoa de Santiago e a lagoa das Sete Cidades que é o maior lago de água doce do Arquipélago dos Açores, com um comprimento de 4,2 Km e uma profundidade que atinge os 33 metros. Declarada uma d...