Tem apenas 120 habitantes é uma das aldeias mais bonitas do centro de Portugal

Tem apenas 120 habitantes é uma das aldeias mais bonitas do centro de Portugal

Enquanto percorremos a Serra do Açor, ao mesmo tempo que nos deixamos encantar pelo aspecto majestoso e puro da paisagem, a curiosidade e a impaciência invadem-nos. Piódão teima em permanecer escondido para, inesperadamente, deslumbrar com a sua arquitetura, que tão bem exemplifica a capacidade que temos para de forma harmoniosa nos adaptarmos aos mais inóspitos e também mais sublimes locais.

 

Como se de um presépio se tratasse, as casas distribuem-se em redor dos socalcos, nas quais pontuam o azul e o negro xisto, por entre sinuosas e estreitas ruelas, que em cada canto escondem a história da Aldeia Histórica de Piódão

 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Lenscape (@lenscape.shot)

 

Piódão é uma freguesia portuguesa do município de Arganil, com 120 habitantes. A sua densidade populacional é de 3,3 hab/km². A freguesia inclui as seguintes aldeias e quintas: Piódão, Malhada Chã, Chãs dÉgua, Tojo, Fórnea, Foz d`Égua, Barreiros, Covita, Torno, Casal Cimeiro e Casal Fundeiro

 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por voyage_eneurope (@voyage_eneurope)

 

No Numeramento Joanino de 1527, o primeiro recenseamento populacional nacional, Piódão aparece inserido na vila de Avô, como casall do piodam com dois moradores apenas. Mais tarde integra a Freguesia de Aldeia das Dez, da qual é desanexado em 1676 e passa a ser Freguesia.

O Decreto de 24 de Outubro de 1855 extingue o Concelho de Avô, e transfere a Freguesia para o de Arganil, onde atualmente se encontra

 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por My Sat Nav (@mysatnav.26)

 

A aldeia histórica não tem mais do que cem habitantes. E quase a totalidade das calçadas e construções são em xisto, com janelas e portas pintadas de azul e branco. Tudo isso esparramado montanha abaixo, emoldurado pelo verde da vegetação. O que destoa neste cenário pra lá de bucólico é somente a igreja principal do vilarejo, toda em branco e azul, com torres cilíndricas arrematadas por cones. Destoa, mas combina perfeitamente com o local.

 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Antonio Felix (@afelix)

 

No fim de tarde, as pedras em xisto parecem brilhar sob os últimos raios de sol. E à noite, as iluminação das casas, vistas de longe, dão a impressão de se estar admirar um presépio de Natal. 

 

 







O que visitar e conhecer em Portugal

Os 15 melhores pontos turisticos para conhecer e visitar em Coimbra

Os 15 melhores pontos turisticos para conhecer e visitar em Coimbra

Mosteiro de LorvoO Mosteiro de Santa Maria de Lorvão ou simplesmente Mosteiro do Lorvão localiza-se na freguesia de Lorvão, concelho de Penacova, distrito de Coimbra, em Portugal. Foi um importante mosteiro e centro de produção de manuscritos iluminados no século XII, servindo depois como mosteiro feminino...
Os 15 melhores lugares para visitar em Coimbra

Os 15 melhores lugares para visitar em Coimbra

Mosteiro de Celas em CoimbraO Mosteiro de Santa Maria de Celas ou Mosteiro das Celas de Guimarães ou apenas Mosteiro de Celas foi fundado no século XIII. Localiza-se na freguesia de Santo António dos Olivais, Coimbra, Portugal. O Mosteiro de Celas está classificado como Monumento Nacional (Decreto de 16-06-1910, DG, n.&...
Os 15 melhores pontos turisticos para visitar em Monumentos Viseu

Os 15 melhores pontos turisticos para visitar em Monumentos Viseu

S de ViseuA Sé ou Catedral de Viseu começou a ganhar forma no século XII, em pleno reinado de D. Afonso Henriques, impulsionada pelo bispo D. Odório.  Visto de longe, o recorte das torres da Sé é um ponto de referência para quem visita a cidade de Viseu. A actual catedral foi constru&iacut...
As 9 melhores coisas para fazer e visitar em Faro

As 9 melhores coisas para fazer e visitar em Faro

Praia da Culatra Parque Natural da Ria Formosa Faro Algarventegrada no Parque Natural da Ria Formosa, a Ilha da Culatra é uma das ilhas-barreira que separam o mar da Ria. Sendo apenas acessível por barco a partir de Olhão, não se encontram aqui veículos motorizados, reinando a paz e tranquilidade num ambiente prop...