Praia do Monte Gordo





Esta outra praia da zona que era usada praticamente para a entrada e sada dos barcos de pesca , hoje em dia e dada a funcionalidade mais artesanal dos barcos a sua principal funo agora e turistica e os mesmo so meramente decorativos.

Praia de Santo António





Esta praia a que fica mais perto da fronteira com Espanha e est na foz do rio Guadiana.

Praia da Lota





Esta praia e bastante popular para a pratica da pesca de cana e comum encontrar vrios barcos de pesca ricamente ornamentados e pintados artesanalmente o que enriquece bastante a paisagem.

Castelo de Tavira Algarve





O Castelo de Tavira localiza-se na freguesia de Santiago, cidade de Tavira, distrito de Faro, em Portugal.

Em posição dominante sobre a foz do rio Gilão a povoação desenvolveu-se como importante porto marí­timo desde a Antiguidade.

Apesar da sua origem fenícia, as muralhas de Tavira foram reconstruídas ao longo dos séculos XI e XII, durante o período árabe.

Com a conquista cristã da cidade, em 1242, a muralha viria a beneficiar de vários melhoramentos durante os reinados de D. Afonso III e D. Dinis.

Após a construção de uma muralha fenícia entre os séculos VIII e VII a. C. passaram-se cerca de catorze séculos sem que nenhum importante aglomerado urbano se tivesse formado nas margens do Gilão. Os muçulmanos retomam a povoação de Tavira, em finais do século X ou inícios do XI, promovendo a construção do castelo no topo da colina de Santa Maria. Uma das suas funções seria proteger o vau do Gilão que permitia o trânsito entre as duas margens, supostamente, antes da construção da ponte.

Restam ainda alguns troços de muralha e o núcleo principal do Castelo.

No interior aprecia-se um agradável jardim e uma bonita vista da cidade.



Praia da Ilha de Tavira





A praia da Ilha de Tavira ou praia das Quatro águas é uma praia marí­tima do concelho de Tavira, no Algarve, Portugal. Situa-se na extremidade oriental da Ilha de Tavira, em pleno Parque Natural da Ria Formosa, a leste da praia do Barril e a sudeste da sede de concelho. Dispõe de parque de campismo, apoios de praia e estabelecimentos de animação noturna durante o perí­odo balnear. O acesso é feito de barco, a partir do cais das Quatro águas, junto da Ria Formosa, existindo ainda ligações à cidade de Tavira, onde existe um cais no rio Gilão

 

A praia situa-se na extrema nascente da Ilha de Tavira, junto à barra de Tavira. O acesso faz-se de barco, preferencialmente a partir do cais das Quatro Águas; o caminho para o cais acompanha o Rio Gilão e a frota de pesca artesanal que aí circula ou repousa, bem como as salinas luminosas, onde o pernilongo, ave que se assemelha a uma cegonha em miniatura, se alimenta.

A praia corresponde ao troço da Ilha de Tavira mais humanizado: existem várias casas de veraneio, um parque de campismo e inúmeros equipamentos turísticos, incluindo bares de “pés na areia” já no areal.

Também é possível encontrar apoios locais para praticar atividades náuticas e realizar cruzeiros pela Ria Formosa. Uma pequena mata de pinheiro manso, onde se pode observar o camaleão, diversifica a típica paisagem dunar das ilhas-barreira. Na face da ilha voltada para a ria, as crianças apreciam as águas mornas e mais paradas da laguna, bem como as estruturas do cais que possibilitam os mergulhos em salto.



Praia do Barril





A praia do Barril tem dimenso suficiente para englobar toda aquela atmosfera mais cosmopolita e ao mesmo tempo guardar no seu oposto a quase completa ausncia de actividade humana, uma vez que esta praia se encontra no meio da ilha de Tavira.

Praia das Quatro guas ou Praia do Barril Tavira





A Praia das Quatro águas é uma praia marí­tima do concelho de Tavira. Localiza-se na Ilha de Tavira, entre a Praia da Ilha de Tavira e a Praia da Terra Estreita. Pouco frequentada, não dispõe de apoios de praia durante o perí­odo balnear. A prática naturista é tolerada. Faz parte do Parque Natural da Ria Formosa.

 

A Praia do Barril situa-se sensivelmente a meio da Ilha de Tavira, uma estreita língua de areia fina e branca. No acesso à praia é possível realizar um percurso pedonal sinalizado com seis estações de observação, permitindo contemplar a riqueza ambiental da Ria Formosa. Pelo caminho, que é muito aprazível, vale a pena observar a diversa fauna dos bancos de vaza, especialmente as bocas cava-terra (caranguejo típico destas zonas) que correm a esconder-se nos buracos de lodo à passagem dos veraneantes, e, mais perto da praia, a vegetação dos extensos campos dunares de onde se liberta um cheiro muito característico a caril, oriundo duma pequena planta chamada perpétua-das-areias.

O equipamento turístico da praia foi adaptado a partir de uma antiga armação de pesca do atum e no local ainda se pode ver o casario original e alguns objetos da faina, bem como um conjunto de grandes âncoras que se encontram dispostas no espaço envolvente da praia, ajardinado com plantas das dunas. Esta praia possui equipamentos de apoio aos utentes (restaurantes, bares, wc), bem como vigilância durante a época balnear.

Acesso: é necessário atravessar uma estreita ponte pedonal que se eleva sobre um canal da ria e seguir depois a pé ou através de um pequeno comboio que assegura um serviço regular (cerca de 1 km) até ao areal.



Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal