Chegaram as festas dos Santos Populares

Chegaram as festas dos Santos Populares

Junho em Portugal envolve música, festas de rua, muito vinho e deliciosas sardinhas assadas, que os portugueses têm um talento especial para grelhar. A razão para a festa de um  mês (ou festa, que realmente parece) é a  Festas dos Santos Populares , ou Festivais Populares dos Santos , celebrada em todo o país durante diferentes semanas de junho.




Os três santos populares são António, João e Pedro, e cada região portuguesa - desde a fronteira luso-espanhola no norte até ao Algarve - celebra um em particular (embora algumas cidades celebrem mais de um): em Lisboa , St. Anthony (ou Santo António , como o Português chamá-lo) dá Lisboetas uma razão para a festa, e no Porto, são João Batista ( são João do Porto ) é comemorado.




Festas dos Santos Populares

 

Junho é o mês dos Santos Populares com festas e arraiais por todo o país nas noites de Santo António, de São João e de São Pedro.

As principais são as Festas de Lisboa, de 12 para 13 de junho, dia de Santo António, e as do Porto, na noite de 23 para 24 de junho, quando se celebra o S. João. São festas duma grande animação, em que o povo vem para a rua comer, beber e divertir-se pelas ruas dos bairros populares, engalanadas com arcos, balões coloridos e cheiros de manjerico.

 



Em Lisboa as marchas populares de cada bairro desfilam pela Av. da Liberdade, enchendo aquela artéria de centenas de figurantes, música, colorido e muito público. Mas a enchente e a animação não são menores nas ruas desses bairros, com destaque para Alfama, mas também para a Graça, Bica, Mouraria ou Madragoa. Nos largos e vielas medievais, come-se caldo verde e sardinha assada, canta-se e baila-se noite dentro. Outro momento alto é a procissão de Santo António, que no dia 13 sai da sua igreja, situada em Alfama, junto à Sé, no local onde este santo nasceu, cerca de 1193.

 



No Porto, a festa é idêntica em cor e alegria ao longo dos bairros mais tradicionais, como Miragaia, Fontainhas, Ribeira, Massarelos e outros. Mas o Porto tem ainda outros usos e costumes: se antigamente os foliões batiam com alho-porro na cabeça dos companheiros, hoje usam martelinhos de plástico com o mesmo fim; por outro lado, além do feérico fogo-de-artifício que é lançado à meia-noite em pleno rio Douro, no Porto também se lançam coloridos balões de ar quente, numa das mais bonitas celebrações destes festejos populares. A noite acaba para muitos junto à praia, para ver nascer o sol ou para um banho matinal, como manda a tradição.



29 de junho comemora-se ainda o São Pedro, também com festas populares em várias localidades do país, como Sintra ou Évora, ambas na lista do Património Mundial. Évora, aliás, tem a particularidade de celebrar dois santos populares, pois realiza desde o séc. XVI a feira de S. João, uma das maiores da região sul de Portugal, comemorando também o dia de S. Pedro como feriado municipal.

Em todas as festas é também de tradição saltar a fogueira e oferecer à namorada ou namorado aromáticos vasos de manjerico, onde se colocam quadras, muitas vezes falando de amor, ou não estivessem estas festas ligadas ao solstício de verão e a antigos rituais de fertilidade.



Os festivais de Santo Antônio, santo padroeiro de bênçãos de Lisboa, são os primeiros do calendário e acontecem nos dias 12 e 13 de junho. Estes são os dias mais interessantes da capital como desfiles, festas e até sinos de casamento. Encha as ruas e feche o tráfego nos bairros mais antigos , especialmente Alfama, Mouraria e Graça. Durante esses dias, e às vezes durante os dias anteriores, os moradores locais saem de suas casas e enchem as ruas de paralelepípedos para dançar, comer, beber e se alegrar. As festas acontecem a noite toda nas noites de sexta e sábado - indo para casa antes que o nascer do sol seja considerado muito cedo para encerrar a noite.






O desfile das Marchas Populares acontece na Avenida da Liberdade  , no dia 12 de junho; a procissão religiosa ocorre no dia 13 de junho, a partir da igreja de Santo António, em Alfama , onde se diz que Santo Antônio nasceu no final do século XII.

Além da sardinha, o cardápio da comida de rua inclui pratos tradicionais como o caldo verde e o chouriço grelhado .

Lisboa também tem uma tradição chamada Casamentos de Santo Antônio  , em que vários casais se casam de uma só vez.










O que visitar e conhecer em Portugal

Os 15 melhores pontos turisticos e passeios em Almada

Os 15 melhores pontos turisticos e passeios em Almada

Praia das Accias Costa da CaparicaA seguir à vila da Costa da Caparica tem início um extenso areal contínuo que se prolonga por cerca de 30 km até à Fonte da Telha, na sua maior parte integrado na Área de Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa de Caparica. O areal compreende três grandes...
Os 10 melhores pontos turisticos para conhecer e visitar em Vila do Conde

Os 10 melhores pontos turisticos para conhecer e visitar em Vila do Conde

Aqueduto de Santa Clara (Vila do Conde)O Aqueduto de Santa Clara estende-se entre Terroso, na Póvoa de Varzim, e o Convento de Santa Clara em Vila do Conde, no distrito do Porto, em Portugal. Abrangendo os concelhos da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde encontram-se centenas de arcos que fazem parte de um aqueduto que desde 1714 perm...
Os 7 melhores locais para visitar em Lisboa

Os 7 melhores locais para visitar em Lisboa

Museu de Lisboa - Santo AntnioO Museu de Lisboa - Santo António (antigo Museu Antoniano) é dedicado a Santo António de Lisboa. Foi inaugurado nos anos 80 do século XX e pretende retratar as várias formas artí­sticas que assumiu a devoção dos Lisboetas a Santo António, o santo mais ...
Os 15 melhores pontos turisticos e passeios em Faro

Os 15 melhores pontos turisticos e passeios em Faro

Castelo de Silves Algarve Visita obrigatriaO Castelo de Silves é um castelo localizado na cidade, freguesia e concelho de Silves, no distrito de Faro, no Algarve, em Portugal. Em posição dominante sobre a foz do rio Arade, guarnecendo aquele trecho do litoral, constitui-se no maior castelo da região algarvia, sendo con...