O Ecomuseu Municipal do Seixal (EMS) tem por missão investigar, conservar, documentar, interpretar, valorizar e difundir testemunhos do Homem e do meio, reportados ao território e à população do concelho, com vista a contribuir para a construção e a transmissão das memórias sociais e para um desenvolvimento local sustentável. 

A Câmara Municipal do Seixal criou e abriu ao público o Museu Municipal do Seixal, em 1982, em instalações localizadas na Torre da Marinha (Arrentela). Em 1983, é denominado por Ecomuseu, assumindo como linhas estruturantes da sua programação a atividade referente ao território concelhio, a conservação dinâmica do património, sempre que possível in situ, e a interação com formas de participação da população e das comunidades na vida municipal.

Funcionalmente, baseia-se na gestão integrada de serviços, por que se reparte uma equipa permanente de cerca de 30 pessoas, abrangendo a investigação, a documentação, a conservação, a exposição, a difusão e a educação, centradas num vasto acervo museológico e num património muito diversificado.

Territorialmente, o EMS integra oito sítios (cinco núcleos museológicos e três extensões). Os núcleos são sítios ou espaços de propriedade e tutela municipais, musealizados ou com aproveitamento museológico atual ou programado. As extensões são sítios ou patrimónios integrados em espaços de tutelas mistas, com parcial aproveitamento museológico.




INFORMAÇÕES DE CONTACTO


TELEFONE