O Museu Nacional de Etnologia criado em 1965 situa-se em Lisboa, na zona do Restelo.

Como o seu próprio nome indica, neste museu mostram-se artefactos de povos, ditos primitivos, de variadí­ssimas origens.

Inicialmente o museu só tinha exposições temporárias, mas posteriormente essa situação foi alterada, passando a ter também exposições permanentes.

Do acervo deste museu fazem parte colecções de peças de povos de diversas origens como de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Mali, Costa do Marfim, Gana, Nigéria, Camarões, Indonésia, Timor, Macau, da Amazónia (í­ndios Wauja) e Portugal. De destacar objectos da vida rural portuguesa e uma razoável colecção de instrumentos musicais tradicionais.

O acervo do Museu Nacional de Etnologia reúne objetos oriundos de diversas partes do Mundo. Na exposição permanente,

O museu, muitas coisas, destacam-se: o teatro de sombras de Bali; as bonecas do sudoeste de Angola; as tampas de panelas com provérbios de Cabinda; máscaras e marionetas do Mali; instrumentos musicais populares Portugueses; as talas de Rio de Onor e a escultura de Franklim que resultam, na sua maioria, de coleções estudadas através de um programa intensivo de estágios que o museu tem vindo a promover. É de destacar também a possibilidade de visitar dois espaços de reserva: as Galerias da Vida Rural e as Galerias da Amazónia.




INFORMAÇÕES DE CONTACTO


TELEFONE