Sabe o que visitar na cidade de Lisboa


É essencial percorrer a histórica Praça do Comércio, uma das mais majestosas praças de Lisboa e do resto do mundo. A Ponte 25 de Abril figura em quase todos os postais da cidade e merece ser vista de perto. Já a Praça Marquês de Pombal além de ter o Monumento ao Marquês de Pombal no seu centro, é um importante ponto de circulação de transportes da cidade. Lisboa é uma cidade cosmopolita, com bons acessos e a poucas horas de distância de qualquer capital europeia. 

E há tanta coisa para ver e fazer que é difícil ter tempo suficiente para ver tudo o que se quer, com tempo… apresentamos aqui uma seleção, entre outras que se possam fazer, de tudo o que não pode perder na capital portuguesa.


Museu da Electricidade 

Marco arquitectónico da cidade de Lisboa e detentor de uma fachada de inegável beleza, o edifício da Central Tejo foi um verdadeiro pioneiro no seu tempo no domínio da produção de electricidade. Hoje, e passado quase um século desde a sua construção, a Central assume, de novo, aspectos inovadores e de grande protagonismo enquanto Museu da Electricidade.

 

Chiado

O Chiado é, hoje em dia, um dos locais mais prestigiados de Lisboa. Situado entre o Bairro Alto e a Baixa de Lisboa, aqui se podem encontrar as mais diversas lojas de designers, ateliers, galerias de arte, museus, restaurantes, cafés típicos e modernos, livrarias, teatros e muitas manifestações artísticas e culturais.

 

Um passeio no Elétrico 28

É um dos íconos da cidade e uma das melhores maneiras de conhecer Lisboa.

Jantar no Bairro Alto


Lisboa é conhecida também por ter uma noite muito animada e movimentada. Depois de uma tarde às compras no elegante bairro do Chiado, nada como um final de tarde num dos miradouros, de Santa Catarina ou de São Pedro de Alcântara, e ficar para jantar no Bairro Alto. É imprescindível para quem gosta de sair à noite e se divertir.

 

Sobe até ao Castelo de São Jorge

Senta-te numa esplanada e desfruta tranquilamente de um bom vinho e das fantásticas vistas sobre a cidade…

 

Desfruta de um delicioso pastel de belém

O doce mais famoso de Portugal. Recomendamos a “Fábrica dos Pastéis de Belém”, fundada em 1837.

 

Povar a famosa ginginha (licor de ginja)

Quem vai a Lisboa não pode deixar de beber este licor no tradicional café “A ginginha do Rossio”!

 

Vai de compras aos Armazéns do Chiado

Dedica uma tarde para fazer compras neste edifício histórico totalmente destruído num incêndio em 1988 e agora reconvertido num moderno centro comercial.

Jardins da Torre de Belém

Construídos em 1940, a propósito da Grande Exposição do Mundo Português, os Jardins da Torre de Belém são uma escolha popular para passeios, quer entre os turistas quer entre os próprios lisboetas. E, se quiser acrescentar um toque “zen” ao seu passeio, escolha o domingo de manhã para visitar estes relvados e participar numa aula gratuita de Tai Chi ou Chi Kung.

 

PASSEIOS POR ZONAS HISTÓRICAS

Baixa Pombalina

Não é possível conhecer lisboa sem se ser levado pelo movimento das ruas da Baixa Pombalina. O Terreiro do Paço, em tempos a porta de entrada na cidade, pode servir como ponto de partida para um circuito a pé por esta zona histórica, seguindo pela cosmopolita Rua Augusta até à Praça do Rossio e Avenida da Liberdade, onde o comércio tradicional é vizinho de grandes marcas internacionais. Um pouco acima, o Largo do Chiado equilibra o trendy e o intelectual durante o dia, transformando-se, mais tarde, no ponto de encontro para as noites do Bairro Alto.

 

Alfama

Se a ideia é conhecer o lado mais tradicional de Lisboa, então Alfama é obrigatória. É fácil perder-se no labirinto de ruas estreitas do bairro que sobreviveu ao terramoto de 1755 e que dá morada a alguns dos mais “castiços” estabelecimentos da capital. À terça-feira e ao sábado o passeio por Alfama prolonga-se até ao Campo de Santa Clara para visitar a Feira da Ladra, uma espécie de Portobello alfacinha.

Mouraria e Martim Moniz

Alvos recentes de um trabalho intenso de revitalização, as zonas da Mouraria e do Martim Moniz são ideais para deambular num verdadeiro caldeirão de culturas. O bairro da Mouraria, berço do fado e morada de fadistas como “A Severa” e Mariza, exibe ora tabernas e casas dedicadas à canção tradicional, ora estabelecimentos chineses, indianos, etc. Esta mistura deu origem ao “Mercado de Fusão”, que ao fim-de-semana toma conta da Praça Martim Moniz.

 

MIRADOUROS EM LISBOA

Cidade construída em sete colinas, é fácil encontrar locais em Lisboa que ofereçam uma vista deslumbrante. Os miradouros abundam, especialmente nas proximidades do Tejo. Estes valem bem um desvio para contemplar, por exemplo, a cidade no pôr-do-sol

  • Sabe o que visitar na cidade de Lisboa