Os portugueses adoram doces e pastéis. Adoramos tanto que tornamos a doçaria numa arte! Em nenhum país que conhecemos é tão fácil experimentar os doces e pastéis tradicionais como em Portugal. Todas as cidades, vilas e aldeias têm a sua padaria e pastelaria vendendo os doces tradicionais do país e da região. Faz parte da nossa cultura ir a uma pastelaria, tomar um café, acompanhado por algo doce.

 

 

1. Pastel de Belém

 

2. Pastel de Tentúgal

Pastel de Tentúgal

A história da antiga vila de Tentúgal, hoje pertencente ao concelho de Montemor-o-Velho, confunde-se com a história da doçaria conventual, cuja fama persistiu no tempo devido, em parte, aos Pastéis de Tentúgal.

 

3. Queijadas de Sintra

Queijadas de Sintra

As queijadas de Sintra são compostas por um delicioso recheio à base de queijo fresco, açúcar, ovos

 

 

4. Tortas de Azeitão

Torta de Azeitão

A origem da torta de Azeitão remonta ao final do século XIX e começa pelas mãos de Manuel Rodrigues

 

5. Brisa do Lis

Brisa do Lis

O Lis é o rio que banha Leiria. Esta é uma cidade associada às trovas do rei Lavrador (D. Diniz)

 

 

6. Bola de Berlim

Bola de Berlim

bola de Berlim (Portugal) ou sonho (Brasil) é um bolo tradicional semelhante à Berliner alemã

 

7. Toucinho do Céu

Toucinho do Céu

Toucinho do céu é uma das sobremesas tradicionais de Portugal e de Espanha

 

8. Clarinhas de Esposende

Clarinhas de Esposende

Clarinha são pastéis em forma de rissol recheado com chila ou gila. É originário da vila de Fão

 

9. Pastel de Feijão

Pastel de Feijão

pastel de feijão é um doce típico de Portugal, confeccionado em Torres Vedras 

 

10. Ovos moles de Aveiro

Ovos moles de Aveiro

Trata-se de um doce regional, tradicional da pastelaria aveirense

 

 

12 Pão de ló

O pão de ló é um bolo húmido feito com ovos, farinha e açúcar. Os portugueses simplesmente adoram este bolo, mas é mais tradicional na Páscoa e no Natal

 

13 Fidalgo

O fidalgo é um bolo simples… sem grandes complicações… são só doce de ovos, em cima de doce de ovos com trouxas de ovos pelo meio. Na nossa opinião, é o pináculo dos doces conventuais. Depois de provar o fidalgo, vai querer comer o bolo todo, mas talvez seja melhor ideia comer apenas uma fatia

 

14 Pastel de Tentúgal

O pastel de Tentúgal é um pastel crocante, feito com massa filo e recheado com creme de ovo. Este é também considerado um pastel conventual, e tem as suas origens bem definidas no Convento de Nossa Senhora do Carmo em Tentúgal, Coimbra. 

 

15 Bolo de Mel Madeira

O Bolo de Mel da Madeira é um bolo como nenhum outro nesta lista. Em primeiro lugar, não leva ovos moles, e em segundo lugar utiliza especiarias que não são típicas da cozinha portuguesa (além da canela). É um doce tradicional da Madeira, e por isso muito difícil de encontrar no resto de Portugal.

 

16 Torta de Azeitão

A torta de Azeitão é um pequeno rolo recheado com creme de ovo. As pequenas tortas são uma autêntica iguaria, fofas e com um sabor rico devido ao creme de ovo, à canela e ao limão que o creme leva. 

 

17 Pampilhos

O pampilho é um pequeno bolo rectangular feito com uma massa densa e não cozinhada, que é recheada com doce de ovos e canela. A grande peculiaridade deste doce é mesmo a massa por cozinhar que lhe dá um sabor e textura bem específicos.

 

18 Jesuítas

O Jesuíta é um bolo feito com massa folhada, amanteigada e em camadas. No interior tem um ligeiríssimo creme de ovo e por cima tem uma cobertura crocante. É um bolo crocante e suave, cheio de sabor e textura. O bolo recebeu o nome devido à ordem religiosa, e foi-lhe dado um formato que se assemelha aos típicos hábitos dos monges jesuítas. 

Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal