Um novo vídeo produzido pela Agência Espacial Européia (ESA), usando dados recolhidos pelo satélite Copernicus Sentinel-5P da agência, mostra isso mesmo. Essa sonda controla a poluição do ar na atmosfera, e o satélite registou uma queda acentuada nas emissões de dióxido de nitrogénio sobre a Itália durante os primeiros dois meses e meio de 2020. 

 



 

“Embora possa haver pequenas variações nos dados devido à cobertura de nuvens e mudanças climáticas, estamos muito confiantes de que a redução de emissões que podemos ver coincida com o bloqueio na Itália, ao causar menos atividades industriais e de tráfego” explicou Claus Zehner, da missão gerente da ESA em comunicado.

 

A animação mostra a flutuação das emissões de dióxido de nitrogénio na Europa de 1 de janeiro de 2020 a 11 de março de 2020, usando uma média móvel de 10 dias. Esses dados são graças ao instrumento Tropomi a bordo do satélite Copernicus Sentinel-5P, que mapeia então diversos poluentes do ar em todo o mundo.

No vídeo, é possível ver a redução do dióxido de nitrogénio sobretudo no norte de Itália, a mais afetada. Na cronologia temporal esta região começa com uma enorme mancha laranja, ou seja mais partículas; e depois a ficar mais amarela (menos dióxido de nitrogénio) até quase azul, ou seja muito menos partículas.

 



 

Pode também notar-se uma evolução semelhante num ponto do mapa que parece ser Madrid; e mesmo em Lisboa e no Porto: ainda que a contenção seja aqui mais recente e os valores iniciais muito mais baixos do que os de Itália, é possível denotar também aqui uma queda: ao inicio do video o amarelo das partículas passando, depois, mais a azul.

Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal