A Aldeia da Pedralva, uma aldeia rural do concelho de Vila do Bispo, que já foi habitada por mais de 100 pessoas, iniciou, nos últimos 25 anos, um doloroso processo de desertificação.

Em 2006, quando encontrámos esta aldeia, tinha apenas 9 habitantes originais, e um conjunto de cerca de 50 casas em avançado estado de ruína. Apenas nove destas casas, reuniam condições mínimas de habitabilidade.



 

Perante este cenário, e decididos a dar novamente vida e dignidade a esta aldeia, avançámos para a primeira fase deste complexo processo de recuperação urbanística. Durante dois anos, entre 2006 e 2008, procurámos, em Portugal e na Europa, os mais de 200 proprietários/herdeiros para negociar e comprar um conjunto de 30 casas.

Ultrapassada esta fase, iniciámos o processo de recuperação urbanístico, tentando reproduzir de forma fiel a ambiência rural, conseguida através da utilização de mobiliário restaurado em todas as casas, bem como na utilização de materiais de construção fiéis às antigas construções.

 

Também no processo de recuperação urbanístico existiu a visão da Câmara Municipal de Vila do Bispo em recuperar o seu património e história, decidindo que esta era a oportunidade de recuperar, e por consequência, ganhar mais uma aldeia para o seu concelho. E por isso investiu nas infra-estruturas necessárias, donde se destacam, a colocação de toda a cablagem eléctrica por via subterrânea, nova iluminação, novas canalizações e novas pavimentações das ruas, mantendo a traça e o espírito das antigas aldeias.