Igreja de Santa Engrcia-Panteo Nacional





Imediatamente identificada pela sua enorme cúpula branca, a igreja de Santa Engrácia é um dos edifícios mais conhecidos do horizonte de Alfama.

Iniciada em 1682, a construção da igreja levou surpreendentes 284 anos para ser concluída depois que a capela-mor foi profanada, desmontada em uma tempestade, abandonada e depois usada como arsenal e depois como fábrica de calçados. Em 1910, a igreja foi classificada como Monumento Nacional e seis anos depois escolhida como o Panteão Nacional de Portugal . A decisão de completar a estrutura só foi feita em 1956, e em 1966, o edifício foi finalmente inaugurado.



Igreja de Santo Antnio de Lisboa





A Igreja de Santo António é um edifí­cio localizado na freguesia de Santa Maria Maior (Sé), no concelho de Lisboa, Portugal. Encontra-se alegadamente no local da casa onde Santo António nasceu, junto à antiga Porta do Mar, que existia na muralha de acesso ao interior de Lisboa medieval, e assume-se como seu santuário. Ao lado, encontra-se um pequeno museu a ele dedicado.

Manda a tradição que os jovens que tencionam casar, no dia do casamento, visitem a igreja, rezem e deixem flores para Santo António, que é o intercessor dos recém-casados. Na descida para a cripta, há um painel de azulejos modernos que celebra a visita do Papa João Paulo II em 1982.

sta Igreja ergue-se sobre o local onde nasceu Santo António, antes de ter partido pelo mundo como pregador, acabando por morrer em Pádua. O templo actual foi construído em 1767 no local onde existia uma capela desde o século XV.

Oferece como elementos dignos de nota a imagem do santo patrono, poupada pelo terramoto, a cripta com o seu lugar de nascimento e a tela representando Santo António com as feições mais autênticas que se conservam. Foi visitada pelo Papa São João Paulo II em 1982.



Igreja de So Vicente de Fora





A Igreja de São Vicente de Fora foi nomeada em parte por São Vicente, que foi proclamado santo padroeiro de Lisboa em 1173, quando suas relíquias foram transferidas para uma capela que ficava onde fica o atual edifício. A igreja também leva o nome de sua posição original fóruns (fora) das muralhas da cidade. Desenhada pelo arquitecto italiano Felippo Terzi, a igreja foi inaugurada em 1629 e a sua fachada simétrica do final do Renascimento, equilibrada por um par de bonitos campanários, é um marco familiar de Lisboa.

O interior é conhecido pelo extraordinário dossel barroco sobre o altar. Ladeado por esculturas de madeira em tamanho real, o baldaquino é obra de Joaquim Machado de Castro (1731-1822), um dos principais escultores de Portugal.



Vai at baixa beber um copo de Ginjinha





A ginjinha é um licor tipicamente português feito de uma fruta parecida com uma cereja. Um tiro geralmente custa 1 euro e também pode usá-lo com uma bolacha de cereja ou chocolate, o que torna a experiência ainda mais doce.

O bar mais popular para experimentá-lo é o A Ginjinha  [no Rossio, Largo de São Domingos 8] , mas também é muito popular nos muitos cafés da Praça da Figueira.



Capela de So Jernimo em Lisboa





A Capela de São Jerónimo, também conhecida por Ermida de São Jerónimo ou Ermida do Restelo é uma capela localizada na freguesia de Belém, no concelho de Lisboa, distrito homónimo. Monumento Nacional, esta capela do séc. XVI, foi concebida por Boitaca, arq. dos Jerónimos, e concluida por Rodrigo Afonso.

De planta quadrangular, surge rematada por grosso cordão e pináculos torsos, com gárgulas nos cantos. A sua cobertura de abóbada polinervada é sustentada através do recurso estrutural de cunhais reforçados por 4 gigantes. A porta principal apresenta decoração ligada à simbólica manuelina. No interior,de nave única, destaca-se o arco triunfal, que antecede a capela-mor. 

Possui a classificação de Monumento Nacional desde o ano de 1943.

Trata-se de uma capela simples que está rodeada por um jardim da pena do Arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles e que goza de vistas espectaculares tanto sobre Belém como sobre a linha de Cascais. Tem ainda por vizinha a moradia modernista da rua de Alcolena n.º 28.



AS RUAS DE ALFAMA





Eu tenho que dizer que Alfama é o bairro mais bonito e charmoso de Lisboa. poderia facilmente passar o dia inteiro andando pelas pequenas ruas de paralelepípedos e tomando um drinque ou algo para comer nos cafés locais. É também onde vai encontrar o Panteão Nacional e o Castelo de São Jorge e muitos miradouros



Museu da Rdio de Lisboa





O Museu da Rádio, possui um raro núcleo documental, composto por monografias e publicações periódicas, especialmente vocacionado para e estudo da evolução histórica dos receptores de rádio. Acolhe, ainda, o espólio das obras provenientes da Emissora Nacional, com alguns guiões do Teatro Radiofónico, e do seu acervo fotográfico.

Espaço dedicado às tecnologias de radiodifusão e onde está patente uma exposição de recetores de rádio, desde a sua aparição até aos nossos dias. Podem ainda ver-se grafonolas, microfones e outros aparelhos relacionados com o universo da rádio. O museu narra a história da rádio em Portugal e no mundo, desde os anos 20 até aos anos 70



Museu de Marinha Lisboa em Belm





Museu de Marinha: Um Mundo de Descobertas. No decurso da visita tomaremos contacto com temas de natureza diversa, através de um dos mais fascinantes aspectos da história do Homem: a aventura marítima.

O Museu de Marinha foi fundado pelo rei D. Luís I em de 22 de Julho de 1863. Tendo começado a ser reunido ainda durante o século XVIII, hoje, o acervo do Museu conta com mais de 17.000 peças, de entre as quais seleccionámos as 2500 que constituem a nossa exposição permanente. No decurso da visita tomaremos contacto com objectos de natureza diversa, originários de culturas também elas diferentes. Esperamos que a sua observação atenta permita uma percepção não só do ambiente que lhes deu origem mas também das influências que os marcaram, e que, através de todos esses testemunhos, possamos de algum modo contribuir para a formação de uma perspectiva tão ampla quanto possível de um dos mais fascinantes aspectos da história do Homem: a aventura marítima.

Organizado em zonas temáticas distintas, poder-se-ão apreciar modelos de navios da Época dos Descobrimentos (séc. XVI) até à atualidade. Também digno de nota é o Pavilhão das Galeotas, onde se encontram, entre outros, um bergantim real do séc. XVIII e o hidroavião "Santa Cruz" que completou a primeira travessia aérea do Atlântico Sul em 1922.

Encontram-se igualmente patentes, modelos de galeotas reais, de embarcações tradicionais, quer fluviais quer costeiras e de navios da marinha mercante, de pesca e recreio. Instrumentos náuticos e outros objetos ligados à Marinha Portuguesa de Guerra, comércio, pesca e recreio. Pintura, escultura e arqueologia.



S (Catedral) de Lisboa em Alfama





A catedral românica da cidade - a Sé - é facilmente reconhecida por suas torres de sino geminadas, uma característica arquitetônica que empresta ao edifício um caráter militar ímpar.

Fundada em 1150, três anos depois de Rei D. Afonso Henriques recapturar Lisboa dos mouros, ergue-se no local de uma mesquita e fundações romanas anteriores. A catedral original foi gravemente danificada no terremoto de 1755, os tremores chovendo alvenaria em grande parte do interior. É por isso que os visitantes de hoje são recebidos com uma nave bastante simples e sombria, com pouca vantagem do suntuoso embelezamento que os fiéis do século XVIII admirariam. Dito isto, o trabalho de restauração na década de 1930 viu a reconstrução da esplêndida rosácea , uma das mais impressionantes de Portugal.

De particular interesse, no entanto, são as nove capelas incorporadas ao ambulatório, cada uma com uma história para contar - a Capela de Santo Ildefonso , por exemplo, contém os sarcófagos do século 14 de Lopo Fernandes Pacheco e sua esposa, Maria Vilalobos. Pacheco foi companheiro de armas de D. Afonso IV, enterrado com sua esposa, Dona Beatriz, na capela-mor adjacente.

Os talheres da catedral estão alojados no tesouro . Também são exibidos aqui vestes eclesiásticas, estátuas e manuscritos ilustrados. Acredita-se que os restos mortais de São Vicente foram colocados aqui, embora isso, talvez, seja o desejo dos devotos de santo padroeiro de Lisboa.

Um destaque turístico é o claustro gótico , alcançado através da terceira capela do ambulatório. Procure o portão de ferro forjado do século XIII e a fonte onde Santo Antônio, o santo favorito de Lisboa, foi batizado em 1195.

O claustro é um importante sítio arqueológico e as escavações descobriram até agora as fundações de uma casa romana do século VI e edifícios públicos mouros. Curiosamente, os arqueólogos acreditam que existe um túnel subterrâneo que liga a catedral ao Castelo de São Jorge.



Torre de Belm foi originalmente construda para defender a cidade de Lisboa





Património Mundial da UNESCO, a Torre de Belém foi construída na margem norte do rio Tejo entre 1514 e 1520 pelo arquiteto Francisco de Arruda. Também conhecida como a Torre de São Vicente, foi originalmente construída para defender a cidade. Mais tarde, a fortaleza adquiriu nova vida como farol e despacho aduaneiro. Não há necessidade de ser um fã de história para aproveitar o poder deste lugar. Cuidado com as escadas estreitas, porém - navegar pelos cinco andares do prédio e pelo terraço da cobertura requer resistência, mas a caminhada até o topo é recompensada com vistas impressionantes.



Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal