Praia do Paraso Costa da Caparica





A Praia do Tarquínio-Paraíso apresenta uma faixa de areal extensa, da qual boa parte fica imersa durante a maré alta. Encontra-se inserida na unidade geográfica da Vila da Costa. À semelhança das praias vizinhas, é delimitada por pontões que fazem as delícias dos pescadores de linha.Na zona Sul, a rampa é utilizada para pôr pequenas embarcações pesqueiras na água.

Praia típica frequentada essencialmente por pescadores e locais. A norte encontram-se as embarcações da actividade piscatória. Com vigilância, tem boas infra-estruturas de apoio.



Praia da Rainha Costa da Caparica





Tem um parque de estacionamento arranjado (bom para quem não quer sujar o carro com pó como nas restantes praias da Caparica) e até um heliporto. O estacionamento é pago, o que desencoraja muita gente, mas o valor não é exorbitante: 1,20€ por dia. Uma praia familiar, muito frequentada também por colónias de férias. Fique para almoçar na esplanada do Pelicano, com vista para as dunas.

A Praia da Rainha apresenta um areal extenso que se torna muito amplo na zona Norte. Insere-se na unidade geográfica das Acácias Norte.A característica mais exótica desta praia é possuir um heliporto, muito útil em situações de emergência. Este facto é um dos motivos pelo qual é eleita por muitas colónias de férias e colégios para levarem as crianças.



Praia das Accias Costa da Caparica





A seguir à vila da Costa da Caparica tem início um extenso areal contínuo que se prolonga por cerca de 30 km até à Fonte da Telha, na sua maior parte integrado na Área de Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa de Caparica. O areal compreende três grandes áreas - as "Terras da Costa", as "Acácias" e os "Medos", que integram numerosas praias. Sem qualquer divisão natural, vão adquirindo nomes diversos em função do respetivo concessionário ou por terem uma entrada diferente a partir da estrada principal.Todas as praias têm parque de estacionamento e são servidas por um meio de transporte muito característico - o "Transpraia" - um pequeno comboio aberto, cuja linha tem início na vila da Costa da Caparica e termina na Fonte da Telha, com diversas paragens ao longo do percurso. Com areais muito vastos, oferecem boas condições para jogar futebol e voleibol ou simplesmente para fazer longas caminhadas. O mar, normalmente tranquilo e convidativo, por vezes tem uma ondulação mais forte propícia à prática de surf ou bodyboard.De uma ampla escolha, podemos referir as Praias da Morena e da Sereia, famosas pela animação das suas esplanadas, as Praias do Castelo, do Rei e da Rainha, mais familiares, e a Praia da Bela Vista, a primeira a ser reservada para o naturismo em Portugal. A Fonte da Telha, última paragem do Transpraia, está situada na ponta final deste extenso areal e possui uma área com cerca de 2 km de extensão, protegida por uma arriba com 70 m de altura, muito utilizada para descolagem de parapente.



Forte de So Sebastio da Caparica





O Forte de São Sebastião de Caparica também denominado como Torre de São Sebastião de Caparica, Torre Velha e Fortaleza da Torre Velha, localiza-se na vila do Monte de Caparica, freguesia da Caparica, concelho de Almada, distrito de Setúbal, em Portugal.

A Torre Velha de Caparica é um dos mais importantes exemplares da arquitectura militar renascentista no paí­s, uma vez que foi dos primeiros sistemas de artilharia integrando a defesa da barra do rio Tejo, juntamente com a Torre de Santo António de Cascais e a Torre de São Vicente de Belém.

A Torre Velha, situada na margem sul do rio Tejo, foi mandada erigir por D. João II, no lugar do antigo Forte da Caparica, construído no reinado de D. João I. A sua estrutura original, segundo as gravuras de Garcia de Resende, era composta por uma torre e um baluarte, no mesmo modelo desenvolvido alguns anos depois na Roqueta de Viana do Castelo e na Torre de Belém.   Em 1571, à semelhança do que aconteceu com diversos fortes ao longo da costa portuguesa, D. Sebastião mandou reformar a torre, ficando responsável pela obra Afonso Álvares, cujo projecto a transformou numa fortaleza de maiores dimensões.

Praia do Trminus Costa da Caparica





Praia calma e de areal extenso, ideal para descansar. Boas condições para a prática de Surf e Bodyboard



Praia da Mata Costa da Caparica





A Praia da Mata possui um areal muito extenso e amplo que compreende ainda a metade Sul da frente de mar do Camping Piedense. Encontra-se inserida na unidade geográfica das Terras da Costa Sul. Tem um sistema dunar ao longo de todo o seu comprimento.Este é o local das paragens números seis e sete do Transpraia que percorre as praias durante o período de Verão.O acesso é feito através do vasto largo de terra batida que atua como estacionamento de apoio.



Praia da Morena Costa da Caparica





A Praia da Morena possui um areal de extensão razoável, mais amplo defronte da concessão. Está integrada na unidade geográfica dos Medos. Tem um sistema dunar a todo o seu comprimento e as águas são, por vezes, mexidas.A maré baixa põe a descoberto várias poças ideais para as crianças brincarem em segurança.Esta praia é frequentada por famílias e amantes de desportos náuticos.Este é o sítio da paragem número catorze do Transpraia que percorre as praias na época de Verão.

É um dos sítios onde se come melhor em cima da areia da Caparica e tem uma esplanada preparada para as enchentes, principalmente ao fim-de-semana. O Borda d’Água é tão famoso que poucos se lembram que a praia onde está se chama Morena. Toda a gente lhe chama Praia do Borda d’Água, como se não ostentasse um belo bronze.



Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal