Praia Vasco da Gama Sines





Integrada no tecido urbano da cidade de Sines e testemunha dos principais eventos da sua história, a Praia Vasco da Gama é uma baía abrigada, banhada por um mar quase sem ondulação, ideal para a prática de windsurf e vela. Ladeada pela Avenida Marginal, muito usada para passeios ou prática de jogging, rodeada de bares e esplanadas, esta praia é palco de eventos desportivos e concertos de música, que lhe conferem uma animação adicional, tanto de dia como de noite.

A praia tem sido consecutivamente galardoada com as distinções “Bandeira Azul”, “Praia Acessível” e “Qualidade de Ouro” atestando a excelente qualidade desta infraestrutura para a prática balnear. Este reconhecimento demonstra a grande preocupação da APS com a proteção do meio ambiente, apostando no desenvolvimento sustentável do Porto de Sines.

A “Bandeira Azul” é um símbolo de qualidade ambiental atribuído anualmente às praias, marinas e embarcações que se candidatam e que cumpram um conjunto de critérios repartidos por quatro capítulos principais: Qualidade da Água; Informação e Educação Ambiental; Gestão Ambiental e Equipamentos; Segurança e Serviços.

A praia tem também a “Bandeira Praia Acessível”, que é atribuída a praias que cumpram a legislação em vigor relativamente às condições de acessibilidade para pessoas com mobilidade condicionada, envolvendo o cumprimento de normas para estacionamento, instalações sanitárias e rampas de acesso.

Nos últimos anos, a Praia Vasco da Gama tem sido distinguida com a bandeira “Qualidade de Ouro” atribuída pela Quercus às zonas balneares que se destacam por, durante um período de 5 anos, terem tido sistematicamente os melhores resultados em termos de qualidade da água balnear, de acordo com os indicadores disponibilizados pelo Instituto da Água, ao abrigo da legislação nacional e comunitária em vigor.



Praia de Morgavel Sines





Rodeada por dunas consolidadas, a Praia de Morgavel possui um areal espaçoso banhado por um mar de águas transparentes tendo sido considerada a mais limpa do Alentejo.Com excelentes acessos por estrada alcatroada e um bom parque de estacionamento, esta é uma das mais concorridas praias da região, mas as pessoas dispersam-se pelo largo areal  e nunca se sente demasiada afluência.



Praia da Cerca Nova





A Praia da Cerca Nova tem um areal amplo e de extensão razoável que se divide em duas bolsas mais pequenas durante a maré alta. A ponta da falésia na zona central providencia o efeito divisório supracitado. As arribas laterais protegem os banhistas do vento.Na zona Sul, um enorme rochedo impõe-se na paisagem.O acesso é conseguido através de uma escadaria na encosta Norte.

A maioria das praias alentejanas: ou são completamente selvagens, ou revelam alguma afluência. A praia da Cerca Nova revela alguma afluência, essencialmente no mês de Agosto.

É uma praia muito bonita: rodeada por altas falésias, possui inúmeros recantos e  ilhéus; composta por duas partes distintas (a zona norte e a zona sul).



Praia de Aivados Sines





Com um areal muito extenso e uma beleza selvagem, a Praia dos Aivados está integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, numa zona em que se preserva uma vegetação diversificada, que regista a presença de diversas espécies únicas no mundo.Pouco frequentada e banhada por um mar de ondulação forte, esta praia é bem conhecida dos surfistas, sendo palco de diversos eventos e competições desta modalidade.

 

Praia da Costa do Norte Alentejo





Situada imediatamente a Norte do Cabo de Sines, a Praia da Costa do Norte é a primeira de quilómetros e quilómetros de areal contínuo, até à península de Troia. Devido à agitação marítima e aos fundos perigosos, esta praia não está indicada para banhos, mas pode proporcionar uma experiência gratificante a quem procura isolamento e a pujança dos elementos, do vento forte, do mar vigoroso.

Os últimos são os primeiros e vice-versa. E esta é a última (ou a primeira) praia dos 65 km que ligam Tróia a Sines pela areia. Não tem a calmaria das praias que lhe antecedem a norte, tem águas frias e agitadas, mas é boa para quem gosta de apanhar sol em sossego.

  COMO CHEGAR: A menos que seja uma pessoa muito desorientada, não há que enganar: apanhar o IP8 e segui-lo até se transformar em A26. Na última rotunda, sair na primeira saída, andar uns metros e deixar o carro, para depois descer até à areia.



Praia do Burrinho Porto Cvo - Sines





A praia do Burrinho fica a norte de Porto Côvo a cerca de 1 Km da praia da Samoqueira. Praia praticamente sem areia, convida mais os que dispensam a areia e preferem estar no mais no sossego e aqui podendo apreciar os tons vermelhos das arribas e o prateado das rochas. 



Praia da Oliveirinha





A Praia da Oliveirinha é composta por duas bolsas de areal distintas: a Norte, e mais pequena, um acolhedor recanto de areia em forma de concha; a Sul, após os rochedos, uma faixa de areal ligeiramente mais extensa que durante a maré alta fica quase toda submersa.



Praia do Espingardeiro





É uma praia abrigada do vento: a temperatura convida a banhos quase todo o ano. Ideal para famílias com crianças.

A praia do Espingardeiro é uma praia selvagem; situa-se na frente urbana de Porto Covo, entre a Praia do Banho e a Praia Grande de Porto Covo.

Para aceder à praia necessita escalar a Arriba.



Praia de Vale de Figueiros





Também designada por Vieirinha ou Pedra da Casca, a Praia de Vale Figueiros possui um areal amplo banhado pelo mar de ondulação forte, muito apreciado por surfistas e bodyboarders. Esta praia está integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, um dos trechos de costa mais bem preservados do continente europeu.

A Praia da Vieirinha – como é conhecida na região – dispõe de restaurantes, estacionamento e uma área envolvente que convida a passeios pedestres.

Sobejamente conhecida na região, faz as delícias da criançada. Possui um grande ilhéu – visitável na baixa-mar.

É frequentada por surfistas, bodyboarders,  mergulhadores, pescadores e famílias com crianças.

 



Praia da Ilha do Pessegueiro Porto Covo





A Praia da Ilha do Pessegueiro está situada em frente à ilha que lhe dá o nome, onde se encontram vestígios de uma ocupação muito antiga, como a fábrica de salga de peixe da época romana, que se pensa estar na origem do seu nome por derivação do latim "piscatorius".Durante o verão, diversos barcos proporcionam visitas à Ilha, atravessando o canal que foi usado como porto de abrigo pelos romanos e cartagineses e que hoje em dia oferece excelentes condições para a prática de desportos náuticos como o windsurf, a canoagem e o mergulho.



Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal