Fenómeno em Portugal teve hoje o por-do-sol mais vermelho de sempre

A vermelha é a última onda de luz que consegue cruzar a atmosfera e nos atingir, por isso o astro-rei fica vermelho no pôr-do-sol. Por fim, o céu fica preto com a ausência de luz: não chega mais nenhuma cor e nem se vê mais nenhum espalhamento, pois o Sol está abaixo do horizonte. 

Massa de ar quente eleva temperaturas e traz noites tropicais a Portugal devido a essa massa Portugal teve o melhor por do sol de sempre fica registado o dia 18 de Julho de 2018 devdo ao ar muito quente e muitos os átomos do gás Nitrogênio vindos do deserto 

 



Quando nossa bela estrela está no ponto mais alto do céu, os seus raios de luz, entram verticalmente e fazem um trajeto mais curto em nossa atmosfera antes de chegar até os nossos olhos. A partir disto, o Sol assume a sua comum forma amarelada, pois durante a descida dos raios luminosos, os átomos do gás Nitrogênio situados nas camadas mais altas da atmosfera terrestre, dispersam a luz violeta, anil, verde e principalmente a luz azul do espectro visível do Sol (esta dispersão é conhecida como "dispersão de Rayleigh", isto também explica o porque o céu é azul).




As únicas cores que não são dispersadas são o amarelo, laranja e vermelho, mas como a cor amarela é a mais energética entre estas três citadas, ela é a que mais facilmente sensibiliza nossos olhos, fazendo com que perante nossa visão e percepção, o Sol aparente-se ser amarelo.




A partir do momento em que o Sol começa a se aproximar do horizonte, seja ele tanto leste como oeste, os raios de luz solar, tendem a percorrer um distância bem maior, desta vez, percorrendo horizontalmente toda a atmosfera para chegarem até nós.

Mas só que nessa passagem, o raios luminosos atravessam as mais baixas camadas da atmosfera terrestre, e neste local, há a existência de poluições tais como: partículas de fumaça (Monóxido de carbono [CO] e Dióxido de carbono [CO2]) e partículas de poeira.

Estes elementos além de dispersarem a luz violeta, anil, verde e azul, eles também conseguem dispersar a luz amarela e laranja do Sol, mas a única cor do espectro que estas partículas não conseguem dispersar, é justamente a luz vermelha. A luz de cor vermelha é a única que consegue atravessar a atmosfera terrestre sem ser difundida tanto pelo gás Nitrogênio quanto por partículas de poeira e poluição gasosa, isso acaba fazendo com que nosso astro rei, assuma uma bela e bonita forma avermelhada. Esta é causa do porque o Sol é vermelho no horizonte e amarelo próximo ao zênite.




Se tiveres fotos enviar para a nossa pagina no facebook atravez do menssager vamos publicar aqui no Artigo 

  • Fenómeno em Portugal teve hoje o por-do-sol mais vermelho de sempre