Aldeia de Cortiçadas de Lavre Alentejo

Segundo a tradição, o nome da localidade de Cortiçadas de Lavre, tem origem nas casas feitas de cortiça aí existentes, construídas pelos primeiros moradores.

Nos finais do Séc. XVIII é possível falar, com base na análise de livros do lançamento da Décima do Concelho de Lavre, do crescimento da povoação, graças à exploração de madeira, carvão, casca e cortiça, matérias primas e produtos abundantes na região (vide Ferreira, Rui, (2000), "Construções de Cortiça e Terra de Cortiçadas De Lavre" in Almansor, nº14, Montemor-o-Novo, pp. 328-329). A área envolvente da povoação freguesia, foi fortemente abalada pela guerra da independência e foi das mais devastadas pelo terramoto de 1755, perdendo-se então muitos documentos e parte da história desta zona. Cortiçadas de Lavre esteve integrada no termo do extinto Concelho de Lavre até 1836 e mais tarde na freguesia de Lavre, até ser elevada a Freguesia em 1988.

Cortiçadas (ou Cortiçadas de Lavre) é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Montemor-o-Novo, com 100,19 km² de área e 821 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 8,2 h/km².


Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2012/2013, sendo o seu território integrado na União de Freguesias de Cortiçadas de Lavre e Lavre.

  • Aldeia de Cortiçadas de Lavre Alentejo

PRINCIPAIS ACTIVIDADES EM: Portugal